O sexo e as quotas

Mudança de sexo, quotas e igualdade de género. Por Nuno Lobo.

É precisamente este contexto revolucionário e de duvidosa boa fé que os deputados à Assembleia da República devem ter em conta nas suas ponderações relativamente a duas propostas de lei do Governo, aparentemente distintas mas intimamente ligadas e mutuamente contraditórias, que vão por estes dias a votos: a possibilidade de as pessoas mudarem de sexo e nome no Cartão do Cidadão, agora com a alteração de não se exigir qualquer relatório médico que a justifique; e o aprofundamento da lei da paridade na composição das listas eleitorais dos partidos, que passarão a ter de incluir pelo menos 40% de mulheres (ou de homens).

Desde logo, a aprovação das duas propostas resulta na situação caricata de, por um lado, termos os partidos obrigados a compor as suas listas com pelo menos 40 mulheres e 60 homens (ou o inverso) por cada 100 candidatos, ao mesmo tempo que, pelo outro lado, poderão recorrer ao expediente de compor as listas com um sexo apenas desde que pelo menos 40% se dirijam ao registo civil e peçam para o mudar no Cartão do Cidadão. Todavia, por mais caricata que a situação possa parecer, as novas circunstâncias que decorrem da aprovação das duas iniciativas legislativas do Governo adquirem uma redundância ainda mais absoluta se forem olhadas através da lente com que a Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género olha a educação dos nossos filhos e tenta dirigir o futuro das suas vidas.

Anúncios

3 thoughts on “O sexo e as quotas

  1. Este post só pode ser para rir.

    Os “problemas” que os “liberais” inventam para limitar ao máximo a liberdade individual são fantásticos – literalmente.

    Afinal que tipo de liberdade vocês liberais defendem ?

    A dos conventos ?

    Vocês são os liberais-freiráticos a tentar impor o liberalismo conventual.

    Só para rir.

  2. Oscar Maximo

    Quando criarem uma lei de subsidio aos homossexuais, como discriminação positiva, lá vou ter de ir ao Registo Civil mudar de sexo. Por enquanto, e só para frequentar WC de senhoras, não vale a pena.

  3. Caro Máximo.

    Pelo pânico que vocês “liberais” demonstram cada vez que é reconhecido algum direito aos homosexuais até parece que estão cheios de medo de não resistirem á tentação de irem a correr mudar de sexo.

    Sim, receberem um subsídio era uma boa desculpa.

    – Ah, e tal. É só por causa do subsídio…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s