Não somos todos marxistas

Não somos todos marxistas. Por João Carlos Espada.

Ao contrário do que costuma ser dito sobre Marx, o que é distintivo da sua doutrina não é o impulso moral de indignação perante a pobreza das classes trabalhadoras. Esse impulso moral existiu em vastos movimentos sociais não marxistas e anti-marxistas, vários aliás de forte inspiração cristã. (…) O que foi distintivo do marxismo foi a atribuição de um carácter alegadamente científico à teoria da luta de classes. Marx reclamou ter descoberto as leis do desenvolvimento histórico, à semelhança das leis do desenvolvimento da natureza orgânica conjecturadas por Darwin. O marxismo seria por isso uma “doutrina científica” que explicava toda a história da humanidade com base em leis inexoráveis. Daí decorria que o socialismo e o comunismo sucederiam inexoravelmente ao capitalismo, da mesma forma que este sucedera inexoravelmente ao feudalismo, como este sucedera ao regime esclavagista e este, por sua vez, sucedera ao “comunismo primitivo”.

Anúncios

20 thoughts on “Não somos todos marxistas

  1. 100% de acordo.

    A demência pseudo-científica dos marxistas só pode ser comparada à do fascismo e do neoliberalismo.

    Todos estes ismos tentam passar por ciência mas são seitas religiosas laicas.

  2. lucklucky

    Sem Marxismo não há Fascismo. nasceu dele assim como o Comunismo.

    —–
    É espantoso como em Portugal se limitou num ápice a Liberdade de Associação e de Voto e ninguém diz nada.

  3. lucklucky

    Mais um mau texto sobre o Marxismo.

    Ninguém diz que o Marxismo é a construção do ódio social.

    Ninguém diz que o Marxismo é o Supremacismo Social que permitiu e permite o genocídio de classes sociais.

    Ningém diz que Karl Marx foi um dos que ajudaram ao nascimento do Nacional Socialismo.

    Pois o Marxismo é uma táctica de discurso e narrativa para a conquista do poder absoluto, não houve nem nunca existiu teoria alguma subjacente apesar de milhares de páginas que Marx e Engels escreveram. É o poder absoluto que criou e atrai em Marx.
    Por isso o Marxismo não passa de justificação para o regresso ao primitivismo camuflado por palavras.

    O òdio Marxista contra a civilização está bem definido pelo texto “O mundo sem Judeus” de Karl Marx. O Judeu aqui é muito mais que o Judeu.

  4. mg

    Aqui o cowboy kyke de serviço sempre com esfregona na mão a tentar apagar as pegadas…
    Oh lucky não foste tu que ainda não há muito tempo andaste alinhado com os marxistas por causa da independência da catalunha sob dominio do “opressor” Estado espanhol ?
    Quem não vos (((conheçam))) que vos compre…

  5. Bem podem limpar as mãos à parede os que fizeram altares ao progresso e ao racionalismo científico.

    Depois vem um profeta com boa verve, junta os ingredientes, deita três pitadas de milenarismo e anuncia que é legítimo continuar a roubar e matar em nome do progresso para o “comunismo científico”.

    O que é que os que tinham matado e roubado em nome da “liberdade, igualdade, fraternidade” iam dizer? Que agora já era demais porque lhes tocava a eles?

    Embatucaram e chamaram a polícia.

  6. lucklucky

    Pena que não me tivesses acusado de ser Lusitano integralista…MG.
    Sabes, Portugal foi formado porque uns tipos decidiram que queriam um país.

    Eram Marxistas?

    És tu MG que alinhas no “racismo” com os Marxistas. E pelo mesmo motivo. O ódio a que outras pessoas escolham outros caminhos.

  7. mg

    “Pena que não me tivesses acusado de ser Lusitano integralista”
    Um extremista secessionista falar em integralismo…
    E isso também inclui os algarves, ou só o condado portucalense ?

    Mas uma vez cowboyzinho alinhaste com os marxistas e sua narrativa na convulsão Catalã ao não ?
    Para quem os “despreza” tanto bem que tu lhes adoptas a linguagem acusatória do “ódio”, e rápidamente mudas de cores quando te convêm. Passaste de um fundamentalista secessionista a um “integralista” em 3 tempos. A touca e esfregona assentam-te bem…

  8. Caro mg.

    Tanta surpresa com o luky ?

    E continuas a dar-lhe com os marxistas ?

    Não sabes que os liberais radicais querem destruir os estados-nação, desmembrando-os como parte da sua estratégia de entregar todo o poder político aos banqueiros ?

    É só ir aos “institutos” liberais radicais como os Mises, que proliferam como cogumelos, financiados não se sabe por quem – e começar a procurar artigos sobre “secessão”.

    A estratégia da escola austríaca é fazer exatamente o que se está a fazer na Catalunha mas a uma escala milhões de vezes superior.

    A ideia é dividir milhares de vezes todos os países do mundo em unidades cada vez mais pequenas até as maiores “nações” não passarem de municípios.

    O objectivo é as grandes empresas multinacionais e a alta finança controlarem completamente esses micro-estados fantoches que seriam assim totalmente esvaziados de todo o poder que passaria integralmente para as mãos dos financeiros.

  9. lucklucky

    Hehe como era esperado nem apanhaste MG como um secessionista é um integralista da sua parte…

    A Liberdade de não fazer parte de é um dos mais fundamentais valores. É claro que Socialistas nunca entenderam isso mesmo que empreguem a palavra.

  10. Caro Luky.

    Uma vez os financeiros de posse de todos os poderes do estado está-se mesmo a ver que vão dar toda a liberdade de não fazer parte da sua ditadura plutocrática.

  11. LIBERDADE é a palavra a que os orcs fascistas ou social-fascistas sentem horror. Querem a ideologia da imposição sobre todos os outros .Querem o esclavagismo suave dos tempos modernos.

  12. Caro Castanheira.

    Sei perfeitamente que para vocês “liberdade” é ser completamente subjugado pelos banqueiros.

    Mas não acha que deviam ao menos disfarçar ?

    É que assim dão uma enorme pinta de malucos.

  13. mg

    “como era esperado nem apanhaste MG como um secessionista é um integralista da sua parte”
    Os porcos do “animal farm” não diriam melhor …
    E o que fazes a todos as regiões dentro da “parte” que queres manter “integra” se as suas regiões quiserem também o direito à sua sesseção ?

    Os monhés do bairro do Martim Moniz quando declararem o direito de sesseção em defesa do seu “integralismo” e os ciganos em Loures, podem contar contigo ?

    Já agora, diz-nos lá oh cowboyzinho, qual é o titulo original em alemão do ensaio de Carl Marx que alegaste que ele terá escrito, e não a falsa tradução que os teus ((primos)) te forneceram para andares com a esfregona a deturpar e limpar-lhes as pegadas ?

  14. Caro mg.

    Se se desse ao trabalho de ler os artigos dos institutos Mises saberia que são a favor de todas as secessões, com ou sem ciganos e monhés, porque para eles isso é apenas um expediente para liquidar as nações.

    Andam nacionalistas como você muito preocupados com os praticamente fora de jogo marxistas, quando são os neoliberais de direita que desde há 70 anos dirigem o maior ataque da história contra a própria existência das nações.

  15. lucklucky

    MG já devias saber. Até pode ser uma pessoa a declarar a independência.
    E parece que tenho sempre de dizer isto porque as pessoa têm sempre a ideia que ao defendermos a legitimidade para devemos o fazer. Pode ser legítimo e ao mesmo tempo ser a coisa errada a fazer..

    Hehe MG defende Marx porque tem medo de descobrir que é Marxista
    defende o mesmo que ele. Lê o que Marx escreveu.E não acaba nesse texto.

    Aliás como se vê aqui a aliança entre o ORK e MG os Socialistas contra o individualista voluntarista Lucky

  16. Gabriel Orfao Goncalves

    «O objectivo é as grandes empresas multinacionais e a alta finança controlarem completamente esses micro-estados fantoches que seriam assim totalmente esvaziados de todo o poder que passaria integralmente para as mãos dos financeiros.»

    O Sócrates fez isso e sem ter de cortar Portugal aos bocados. O inginheiro é um génio: é que assim nunca será chamado de neoliberal! Talvez de neotonto, ou de recluso…
    Ou o inginheiro não assinou o memorando? Vamos ver:

  17. Caro lucky.

    “voluntarista”

    Você é é um grande tretas.

    Tal como os comunistas que enganam as pessoas com a conversa das amplas liberdades apenas para as escravizar pela burocracia do partido, também vocês enganam com a conversa das amplas liberdades para as escravizar pela burocracia da alta finança.

  18. Caro Gonçalves.

    Eu sempre considerei neoliberais o Sócrates e o Soares.

    Simplesmente é uma questão de grau de extremismo.

    Assim o Sócrates, Soares, Passos, vão destruindo o país aos poucos mas pretendem pelo menos mantêm-lo a funcionar nos seus mínimos.

    Pelo contrário, os neoliberais libertários querem destruir completamente as nações e criar uma ditadura global em que as grandes multinacionais administrariam as comunidades locais totalmente desprovidas de poder político e direitos sociais como se fossem criações de escravos.

    Comparando com o extremismo da esquerda:

    – O PS equivale ao bloco, o PSD equivale ao PCP e os libertários da escola austríaca equivalem ao MRPP.

    É apenas uma questão de grau de radicalismo da demência ideológica.

  19. Caro Gonçalves.

    O engenheiro assinou o memorando completamente contra vontade e no fundo sempre convencido que era um erro, tal como o seu vídeo o prova.

    O gajo pode ter roubado muito, mas pelos menos tentou evitar o desastre que foi o memorando.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s