Xi Jinping, a China e a Europa

Europe Once Saw Xi Jinping as a Hedge Against Trump. Not Anymore.

A year ago, the self-styled global elite gathered at Davos, shaken by the election of Donald J. Trump, who made no secret of his contempt for the multilateral alliances and trade that underpin the European Union.

Then up stepped the Chinese president, Xi Jinping, promising that if America would no longer champion the global system, China would.

European officials and business leaders were thrilled.

But a year later, European leaders are confronted with the reality that Mr. Xi could also be a threat to the global system, rather than a great defender. The abolition of the two-term limit for the presidency, which could make Mr. Xi China’s ruler for life and which is expected to be ratified this week by China’s legislature, has punctured the hope that China would become “a responsible stakeholder” in the global order. Few still believe China is moving toward the Western values of democracy and rule of law.

Anúncios

5 thoughts on “Xi Jinping, a China e a Europa

  1. Tavares SJ

    Se alguma vez pensaram que a China se estava a aproximar ao ocidente, seja lá o que isso queira dizer, andaram enganados a ver CNN durante muito tempo, claro que os “liberais” do insurgente só agora repararam nisso depois de ter saído nas “notícias”, antes podiam podiam jurar que a China era um bom menino enquanto se prostituiam à mesma.

  2. lucklucky

    Mais propaganda Unionista. – veja-se como na notícia se apoderam do nome Europa.

    Os Unionistas que se comportam cada vez mais como a China ditatorial a chorarem por a China ser uma ditadura.

  3. Ó Tavares.

    Esteja descansado que hoje em dia o ocidente é cada vez mais apenas bancos.

    Os valores da democracia, estado social etc, os nossos bons amigos liberais há muito que os estão a trocar por empregos em multinacionais e cátedras universitárias.

    Por isso a China está perfeitamente ao nível dos novos valores do ocidente – trafulhice financeira.

  4. Ah! A História, a maldita História…
    O raio do Império do Meio, ou do Celeste Império, à escolha, ( aquele para quem o pictograma “estrangeiro” significa o mesmo que “bárbaro”, “pessoa não civilizada” ) a reger-se pelas regras milenárias a que está acostumado – entre elas, e muito importante, a existência de um Imperador.
    Um pouco como os Russos – e, já agora, os Britânicos (pelo menos até hoje…)
    O que baralha todas as teorias , sejam elas de “direita”,”esquerda”, de cima , de baixo ou do lado, é que se trata de uma realidade de mais de um milhar de milhões de individuos com uma mentalidade totalmente diferente da ocidental , que já não necessitam de comprar patentes, que têm uma “mercearia” invejável e, cereja em cima do bolo , dotados de armamento atómico…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.