Em Portugal quem tem o Estado, tem tudo

Os partidos não precisam de nós. Por Rui Ramos.

Os partidos são a prova de que em Portugal quem tem o Estado, tem tudo: financiados com dinheiro público, não precisam da nossa militância, nem do nosso afecto nem sequer do nosso respeito.

Anúncios

3 thoughts on “Em Portugal quem tem o Estado, tem tudo

  1. Luís Lavoura

    Portanto, aparentemente, Rui Ramos preferiria que os partidos não fossem financiados pelo Estado, mas sim única e exclusivamente pelos seus militantes.

    Rui Ramos está pois certamente de acordo com a modificação introduzida na lei, que elimina o teto máximo de contribuições (donativos) que os partidos podem extrair dos seus militantes e simpatizantes.

    Rui Ramos está, neste ponto, plenamente de acordo com o PCP.

  2. Gabriel Orfao Goncalves

    Para o Luís Lavoura, que é professor de física na universidade (!),

    – os partidos deverem ser exclusivamente financiados pelos seus militantes

    equivale a ‘estar pois certamente de acordo’

    – com a eliminação do tecto máximo de contribuições.

    Já sentíamos a falta de ilogismos deste calibre. Não é todos os dias.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.