Sobre as eleições na Catalunha

Reflexões pertinentes de Pedro Pestana Bastos sobre a Catalunha:

Na Catalunha

Os partidos independentistas tiveram 2.063.361 votos e no campo independentista o mais votado foi um partido de centro direita. Os independentistas pela primeira vez passaram a barreira dos dois milhões de votos.

Com centenas de empresas a sair e uma pressão económica é uma lição de resistência que a mim me surpreende.

As eleições foram convocadas por Rajoy para acabar com a maioria independentista e no confronto Rajoy contra Puigdemont o partido de Rajoy elegeu 3 deputados e o de Puigdemont 34.

A Espanha vai ter de se repensar. O modelo de 1978 terá de ser reinventado ou ficar esgotado. Se a Espanha quiser manter-se unida tem de se reinventar. Se organizar um referendo a Espanha pode e deve ganhar.

Se teimar em não o fazer é uma questão de mais uma geração e em 10/20 poderá mesmo perder a Catalunha.

Anúncios

22 thoughts on “Sobre as eleições na Catalunha

  1. joaquim

    mas afinal de contas não foram mais os votos nos partidos que não querem a independência ? 52% contra 48% ? em que ficamos ?

  2. o mais engraçado disto tudo são os portugueses interessantíssimos em defender a integridade e honra de Cast- perdão, Espanha, saíram todos para a rua para defender nuestros hermanos e assegurarem-se que Espanha se mantém indivisível, o que eu já me ri

  3. Se fosse o PSOE que estivesse actualmente no poder em vez do PP provavelmente já seriam mais neutros, esta gente vai toda com a maré e brincadeiras partidárias e não consegue ver a longo prazo.

    É o melhor interesse de Portugal a longo prazo que Espanha fique mais fraca e que exista uma península ibérica a 3, sim a curto prazo iria criar turbulência mas isso não interessa, a longo prazo seria um cenário de sonho. Mas como hoje em dia não temos líderes mas sim cuidadores não faltou muito para toda a nossa classe política ter ido para a Catalunha também fazer campanha contra a independência.

  4. Não escrevo que Portugal devesse assumir uma posição de confronto com Espanha, apenas uma mais neutral, o rebaixamento de sair em defesa da mesma é deveras triste tendo em conta que ao longo de séculos e séculos Espanha sempre que teve a oportunidade, lixou Portugal. Mas pronto, o dinheiro fala mais alto para os caros “Liberais”.

  5. “Com centenas de empresas a sair e uma pressão económica é uma lição de resistência que a mim me surpreende.”

    é alguma surpresa? esta narrativa é sempre o primeira a sair para assustar toda a gente para qualquer tipo de mudança, foi assim com o brexit, com o trump, com a catalunha, etc…

  6. “Se a Espanha quiser manter-se unida tem que se reinventar”.
    Um tipo da minha idade lê isto e imagina a dose cavalar de telelixo mascarado de informação, séries americanas dicotómicas quanto a bons e maus, politólogos politicamente correctos , etc.etc., que o, acredito, bem intencionado autor dessa superficialidade absorveu ao longo da sua vida adulta.
    Além de uma dose , igualmente cavalar, de ignorância histórica – e não só peninsular – que a frase revela.
    Para poupar tempo e evitar mal entendidos : estamos a falar de quantas dezenas/centenas de milhares de mortos?
    Meu caro, nunca, mas nunca,mesmo
    , se esqueça de que” España es diferente” e “alli se muere de verdad”.
    Varinas e regateiras – isso é para cá do Caia.

  7. ao mínimo sinal de mudança lá andam os chamados liberais a correr de um lado para o outro “ai e as empresas, e a minha percentagem e x% em Y anos ai ai vai toda a gente fugir ai e a economia ai e o comércio é o fim do mundo!!!”

    são mercenários.

  8. o dito liberal anda por aí, ele quer o estado mínimo e tal, mas quando é altura de fazer dinheiro não se importa de entregar as suas patentes ao partido comunista chinês para serem copiadas por uma empresa estatal chinesa qualquer, não se importa de submeter ao estado chinês, incentiva aliás os políticos do seu país a fazerem peregrinações à china numa submissão engraçada, é isto o liberal, o liberal era capaz de vender a própria avó desde que consiga fazer alguns trocos, e depois volta a choramingar sobre como quer o estado mínimo e etc, boo hoo hoo.

  9. A. R

    Nã0 entendo! Então o referendo deu mais de 90% aos independentistas e agora só 50% são pela independência?

  10. manos só temos que ser individualistas e tal como a deusa ayn rand nos ensinou, tudo fora do individualismo é o diabo, o quê tribalismos e tal? isso é feio, temos é que nos fragmentar o melhor possível, temos que ser totalmente atomizados, prontos para sermos conquistados, não há nada como levar no traseiro de um bando de colectivistas, olé olé somos bué individualistas, estão a ver a liber-

  11. Sendo a catalunha uma nação ( tem uma lingua falada diferente , um territorio e uma cultura) e querendo a sua maioria ser independente dos castelhanos , porque é que portugueses são contra, uma vez que para si proprios têm e querem essa mesma independencia?
    Tambem os legalistas argumentam com uma constituição votada não só por catalães (mas tambem castelhanos e outros ).
    Os castelhanos se o quizerem têm direito á sua independencia , ponto final !

  12. “If ye love wealth better than liberty, the tranquillity of servitude better than the animating contest of freedom, go home from us in peace. We ask not your counsels or arms. Crouch down and lick the hands which feed you. May your chains set lightly upon you, and may posterity forget that ye were our countrymen.”

  13. ah esperem, já me esqueci que a cena aqui é defender Espanha, Espanha bem pode ter andado séculos a dar no rabiosque de Portugal, mas temos que defender Espanha amigos, :))) viva Espanha e el rey amigos, não é assim :)))

    mercenários.

  14. não tentem ser contra o sistema nem nada dessas coisa que aparecem logo os liberais com mil e um cenários dantescos, vai ser o fim do mundo e tal…. ai a economia… e coisas do género…. se até agora não conseguiram prever ponta…

  15. lucklucky

    Pfft. O internacionalismo é mental, desde há tempos que a “direita” tuga apostou sempre no discurso do que os outros fazem lá fora em vez de se dar ao trabalho de explicar o que é correcto.
    Resultado ficou sem instrumentos cognitivos para perceber como é “lá fora” vai mudando muitas vezes para pior e como a esquerda poderá começar a usar essa tática contra ela. Tal como hoje a direita que se apresentou desde há tempos como gestora do socialismo ficou sem pio com o baixo défice da geringonça. Como o discurso e a narrativa é toda desenhada para para promover a política nem sequer conseguem dizer que o baixo défice foi apesar da política não por causa dela.

  16. A. R

    “O internacionalismo é mental,” entram na pré-primária e saem da universidade com uma lavagem moral e ideológica que torna esta juventude uma geração de trambolhos irracionais.

  17. Koimbra

    Portanto os constitucionalistas ganham 3x mais votos que os independentistas e o Rajoy perdeu? 2 milhões “votaram” pela independência em outubro e em dezembro “perdem” um milhão de votos e foi uma vitória do puigdemont? Pelo menos que cá se aprenda alguma coisa e não se avance para o regionalismo…

  18. Lucklucky,

    Como é que foi obtido o tal baixo défice da Geringonça?

    A dívida do Estado (SNS) aos fornecedores está quase a 1% do PIB. Acrescente as dívidas na educação. Pingue com impostos recorde sobre tudo o que se mexe, o que não se mexe e o que já deixou de se mexer. Lembre-se que a dívida do Estado subiu mais de 3% do PIB apenas no primeiro semestre.

    Eu assim também sei governar. Ou desgovernar. Empurrar com a barriga dos xuxas, com a Cofidis e com o pecúnio dos demais a situação até ao descalabro.

    Lá vem uma vez mais:

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s