A narrativa do tiro no pé

“Ao aumentar o IRC dissuadimos aquelas empresas que já cá estão e dissuadimos também aquelas que ainda cá não estão, mas que poderiam estar.”

Destaque do meu artigo de hoje no ECO – Economia Online. Sobre a morte da reforma do IRC e a vã tentativa de a desvalorizar.

Anúncios

2 thoughts on “A narrativa do tiro no pé

  1. Fazer o quê? Estamos num país onde o camarada Arménio acha que deve ser ele a decidir que modelos a VW devia produzir na Autoeuropa. E estamos num país onde, infelizmente, é levado a sério.

  2. André Miguel

    Todo o imposto é estúpido, mas o IRC ultrapassa a escala da estupidez.
    Mas num país onde o povo julga que o dinheiro nasce nas árvores podemos esperar de tudo.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.