Raríssimas e Manuel Delgado (3): a demissão inevitável

Secretário de Estado da Saúde sai do Governo depois do escândalo na Raríssimas

O secretário de Estado da Saúde Manuel Delgado, envolvido no caso da Raríssimas, vai demitir-se do Governo. O governante sai após as denúncias de gestão danosa por parte da presidente na Associação que apoia pessoas com doenças raras. Manuel Delgado foi consultor da Raríssimas durante um ano, entre 2013 e 2014, tendo sido remunerado em 63 mil euros.

Anúncios

2 thoughts on “Raríssimas e Manuel Delgado (3): a demissão inevitável

  1. JP-A

    É tanta a gente atraída pelas grandes causas, que até espanta não estarem nos hospitais a dar assistência aos doentes. Fica-se ainda mais espantado com a quantidade de desportistas que praticam o salto à Vara sem serem atletas.

  2. Pasmo com a facilidade com que esta tralha ligada ao ps consegue bons tachos, com bons vencimentos e sem fazerem puto.
    Os socialistas antigos conseguiam o poder com o assassinato em massa dos opositores.
    Estes modernos conseguem-no à base de roubo e das bancas rotas….
    Porreiro.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s