António Costa, o esquerdista bem sucedido (até ver)

António Costa foi escolhido pelo jornal Politico como uma das 28 personalidades mais influentes da Europa na actualidade, surgindo na 9ª posição. O texto sobre o primeiro-ministro português incorpora um breve comentário meu e pode ser lido na íntegra aqui.

“If there is one thing all commentators agree on, it’s António Costa’s political savvy,” says André Azevedo Alves, a political expert at Lisbon’s Catholic University and St. Mary’s University in London. “There’s near unanimity on his political skills.”

Next year, Costa will have to continue his economic balancing act, face down a new opposition leader and deploy his political skills to manage a tricky relationship with the two far-left parties that prop up his minority government.

Anúncios

7 thoughts on “António Costa, o esquerdista bem sucedido (até ver)

  1. lucklucky

    Tretas, fosse um PM da “direita” e já estaria na rua após os mortos de Pedrogão.

    Costa não demonstrou habilidade política têm é os órgãos que podem promover violência: jornais e sindicatos do seu lado.

  2. JP-A

    Que bem corriam as coisas na Qimonda:

    O ministro da Economia, Manuel Pinho, que presidiu à cerimónia, adiantou que este contrato vai permitir desenvolver “um projecto integrado de construção de células e painéis solares que incorporam uma das tecnologias mais avançadas do Mundo”.

  3. JP-A

    2011 – Sócrates lança fáabrica de baterias
    2011 – Nissan suspende investimento de 156 milhões na fábrica de baterias
    2017 – VW já tem alternativa à Autoeuropa de Palmela

  4. JP-A

    Ontem dizia um pastor na Serra da Gardunha que após o incêndio recebeu 15 ou 20 fardos de palha e depois o ministério da agricultura evaporou-se, e o dinheiro que ele entretanto pediu emprestado à Cofidis (!) também já acabou. Esqueceram-se de um programa para os animais e da água para beber.

    Não digam nada a ninguém, mas já estamos tesos novamente.

  5. Sob uma capa de intenções inócuas oculta-se o propósito subliminar e fétido da torpeza ardilosa – que, p/ sublimar, os prosélitos denominam, com prosápia, de ‘Habilidade’ …
    Os prosélitos do Costa das Castas dominantes, chamam-lhe habilidade – sendo só artifício da torpeza da tramóia…
    • A vileza é sempre habilidosa, para ser torpe. A virtude não precisa de habilidades torpes para ser virtuosa e recta…
    • A Habilidade é uma qualidade – quando é exercida para o Bem comum (no caso de um Governante), que não para as clientelares Oligarquias que dominam o Sistema desde o Século XIX (para gáudio da massa de Condes, Barões e Viscondes que desde então dominam na mamada infinita do Orçamento).
    • Alves dos Reis, nos anos vinte, era muito habilidoso… – e quando o acusaram de ser vigarista e falsificador de notas, justificou-se dizendo que o fizera com a pura intenção de desenvolver Angola…

    P.S.: A ‘Habilidade’ política do Costa das Castas dominantes – muito endeusada pelos Politólogos da Academia e Comentadores-Mores do Sistema Oligárquico -, já era aplicada no exercício da CML:

    1- – «esta prática da Assembleia Municipal de Lisboa e da Câmara Municipal de Lisboa, que dura há anos e foi a fórmula encontrada por António Costa quando era presidente da Câmara para eliminar resistências políticas de uma Assembleia Municipal em que o PS era minoritário, é um escândalo e atentatória da dignidade de quem trabalha e contribui para os cofres do Estado.»
    2- «Fixando valores que chegam ao limite máximo por assessor dos deputados municipais de 3800 euros e por secretária 2800 euros.»
    3- «Não há moral. Mas como, neste caso, comem todos (os partidos – do PS ao PSD, passando por CDS, PCP, BE, PAN…) ninguém se indigna.»
    4- «Mas a valer a deliberação, cada assessor de deputados municipais ganha mais do que um deputado à Assembleia da República, quase tanto como um ministro, mais do que a esmagadora maioria dos presidentes das restantes 307 câmaras do país.
    Mas também mais do que o ordenado médio de um professor universitário, de um médico do SNS ou de um engenheiro de qualquer empresa municipal.»
    5- «Por isso é que António Costa, não sendo brilhante a conquistar o poder nas urnas, é exímio a exercê-lo e a reforçá-lo uma vez chegado ao poleiro. Sabe, como muito poucos, usá-lo em seu benefício.»
    6- «Esta forma mercantilista de estar e fazer política é, posteriormente, aplaudida por certa comunicação social como habilidade política ou como talento inato para negociar e fazer avançar as respetivas agendas políticas.»
    7- «Como é incómoda para António Costa, a maioria da comunicação social vai ignorar esta notícia»

    ~ O Estado não é para Servir o cidadão – mas para servir-se do cidadão, para benefício da ‘Nomenklatura’… Para o GADO só ‘Códigos de Conduta’ para distrair os estultos… (o socialista Augusto Santos Silva é perito em GADO…).

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.