Um País Amigo Do Investimento

Podem organizar quantas Web Summits quiserem e pode muito bem continuar o António Costa a pregar e a repetir vezes sem conta em conferências que “Portugal é um óptimo sítio para investir”. As acções valem muito, mais muito mais do que qualquer palavra.

Depois da não-redução da taxa de IRC para 19% como acordado entre o PS e o PSD ainda no tempo de António José Seguro, a Esquerda Unida (a.k.a. Geringonça), aprovou ontem um aumento da  derrama do IRC para empresas com mais lucros – que, populismo à parte, são as empresas que mais interessam manter e captar para Portugal.

Os lucros das empresas começam a ser tributados a partir de 1,5 milhões de euros, com uma taxa de 3% até 7,5 milhões. De seguida vem uma taxa de 5% dos 7,5 até aos 35 milhões. Até aqui, a taxa era de 7% para lucros a partir dos 35 milhões, mas com esta alteração aumenta dois pontos percentuais.

Mais nocivo do que a medida em si, é o sinal que é dado aos investidores. Hoje é este aumento, amanhã será outro. Empresas bem sucedidas não são bem vindas aqui aqui. Continuarão a existir felizmente muitos outros países que acolherão estas empresas de braços abertos.

Anúncios

6 thoughts on “Um País Amigo Do Investimento

  1. Com mais esta medida encheram o copo. Talvez se f_dam.
    Já era tempo dos empresários que restam neste país saírem debaixo da protecção governamental e acordarem para as realidades desta Frente de Esquerda que nos governa.

  2. Expatriado

    Isto (o desmame) só se resolve com o colapso total do País. Tal como os animais na Natureza, os Portugueses terão que sofrer as agruras da responsabilidade de tomar o seu destino com as suas próprias mãos

  3. Expatriado

    …e cabeça. Para tal há que deixar a “tribo” continuar a fazer o que tem feito (o canto da sereia) nos últimos 2 anos na próxima legislatura.

    Vai doer? Vai, e muito, mas não há outro remédio.

  4. Há uma oligarquia que detém o poder real e o entrega á geringonça para o gerir . É uma pescadinha de rabo na boca pois os oligarcas entregam o poder politico aos marxistas enraizando-se como lapas “Gramskianas”que mantêm o rebanho apascentado e por sua vez mantêm as prebendas e não só, dos primeiros .
    Os que votam são meras marionetas nas mãos de falsos jornalistas e TVs , com doses maciças de propaganda (pão e circo).
    Impostos sobre rendimento e poupanças , sejam eles quais forem , não passam de travões ao desenvolvimento e são contra-natura sob o ponto de vista economico, sendo expressão de sentimentos rasteiros , nomeadamente inveja .
    A maioria das pessoas perde , pois os pobres não conseguem sair da pobreza , a classe media definha e só a oligarquia enriquece ao mesmo tempo que os marxistas se organizam para o assalto final.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s