A maior fraude intelectual e moral do século XX

A fraude da revolução soviética. Por João Carlos Espada.

A revolução soviética, cujo centenário alguns celebram amanhã, foi simplesmente a maior fraude intelectual e moral do século XX.

Em primeiro lugar, não se tratou de uma revolução popular, mas de um mero golpe armado promovido por uma minoria fundamentalista que nunca convocou e respeitou eleições livres.

Em segundo lugar, não se tratou sequer de um golpe contra um regime despótico. O regime czarista tinha sido deposto em Fevereiro desse mesmo ano de 1917. Um regime constitucional parlamentar dava os seus primeiros passos na Rússia e preparava eleições livres.

Por outras palavras, a tão badalada ‘esperança emancipadora’ da revolução soviética resumiu-se a uma sublevação armada para impedir a tentativa de consolidação de uma democracia parlamentar na Rússia. Traduziu-se depois na criação de um regime sanguinário que procurou exportar para a Europa o mesmo desrespeito fundamentalista pelas regras imparciais do constitucionalismo democrático.

Anúncios

30 thoughts on “A maior fraude intelectual e moral do século XX

  1. Nem falem de como a Alemanha enviou o Lenine e seus compinchas numa carruagem fechada da Suiça até à Rússia.
    Nem de como a Alemanha financiou toda o aparato propaganda Bolchevique.
    Nem falem de como uma das primeiras coisas que o novo regime Bolchevique fez foi assinar um acordo de paz entre a Russia e os Poderes Centrais, acabando assim com a frente de guerra que a Alemanha tinha a Este.

    De lembrar que nas eleições constituintes de 1917 Lenin e os Bolcheviques conseguiram apenas 24% dos votos, esta era a sua representação em eleições livres e universais na Rússia, 24%.

    Na mesma constituinte em Janeiro de 1918, já muito depois de Lenin ter abandonado o local, um dos guardas disse a Chernov: “A guarda está cansada, talvez seja melhor continuar amanhã” e a assembleia foi dispersa pelas 4:40.

    No dia a seguir os deputados encontraram o edifício fechado e a assembleia dissolvida.

    A guarda estava cansada.

  2. Queria acrescentar, a última lei que foi apresentada na constituinte era a lei que tornava a Rússia numa república federal e democrática, e iria passar pois a única oposição vinha dos bolcheviques, 24%, porque já estava toda a gente muito cansada a votação ficou para o dia a seguir, dia em que encontraram o edifício fechado e a assembleia dissolvida, tudo isto muito bem capturado na frase do guarda “A guarda está cansada”, o resto é história.

  3. Quando o Czar teve o oportunidade de limpar o Lenin não o fez, quando Kerensky teve a oportunidade de limpar o Lenin e o Troksy não o fez, pois bem, pagaram todos muito caro. Quando Lenin calçou a bota não foi tão leniente com os seus adversários quanto estes foram para si. E aqui pode-se aprender uma importante lição.

  4. E a lição é que Lenin era um cão raivoso, e os cães raivosos não podem ser exilados porque eventualmente voltam a casa para nos morder, os cães raivosos são abatidos.

  5. Friedrich Ebert da SPD alemã percebeu isto em 1919 quando meteu Rosa Luxembourg a ter aulas de natação no Landwehr e enviou Karl Liebknecht num passeio de carrinha com uma malta simpática. Stalin percebeu isto também quando mandou alojar uma picareta de gelo na cabeça do Trotsky.

  6. faz uns meses estive com um amigo americano meu em lisboa e ele ficou muito espantado por existir propaganda politica oficial nas ruas com a foice e o martelo (os cartazes do pcp, etc), lá tive que lhe explicar a sina do país… e ele nem é simpatizante do partido Republicano americano, é um Democrata

  7. Euro2cent

    > 10 dias que ainda abalam muita gente .

    Felizmente não os marinheiros de Kronstadt, a tropa sublevada de primeira hora.

    Em 1921 foram recompensados com muitas balas, e ficaram em repouso eterno.

  8. Esteja descansado Afonso que já ninguém cai na lenga lenga do comunista oprimido e coitadinho porque é perseguido porque já sabemos perfeitamente o que o comunista oprimido e coitadinho faz quando chega ao poder.

  9. Por outras palavras, foram perseguidos e pelos vistos foi pouco. Mas teve que se dar o desconto porque na altura era algo “novo” e não se sabia ao certo com o que se estava a lidar, agora já se sabe.

  10. Mario Figueiredo

    Eles que se atrevam a por o pezinho mal cheiroso no poder e vão ver o que é bom para a tosse.

    O PCP e o BE estão bem é assim: A fingir que são gente ou a fazer fretes ao PS. E o resto o tempo, a Europa e o povo se encarregará de os fazer desaparecer.

  11. p.s. caso não tenha reparado, comigo não está a lidar com o tão bonito e liberal defensor de isto e daquilo, portanto escusa de se fazer de vitima, não tenho qualquer tipo de problema em ser “estalinista” consigo.

  12. Mario Figueiredo

    Faço minhas as palavras do Marialva. O discurso da vitima aqui não cola, porque não tenha mesmo dúvida que o é. E o ódio, não tenha mesmo dúvida que existe. A vossa ideologia é a ruinosa desgraça de milhões pelo mundo fora. Nunca deixarei que seja a minha, se eu pudesse fazer alguma coisa por isso. E alguma coisa faria. Eu seria o vosso lutador da liberdade.

    Portanto vá lá brincar aos comunistas com os seus amigos. Porque lhe garanto que há gente que não anda adormecida como este povo que vê grandes congressos do Partido Comunista no Coliseu dos Recreios a dizer que o comunismo é o futuro, e acha normal. Atrevam-se!

  13. lucklucky

    “Tanto ódio, tanto rancor . Parece coisa de estalinistas .”

    Ódio e rancor é precisamente,entre outros, sentimentos apropriados contra o Mal. Comunismo neste caso.

    Note-se que o Afonso emprega os argumentos típo dos Marxistas que sabem como domesticam a burguesia narcisista.

    Pois sabem que a burguesia narcisista está sempre em primeiro lugar preocupada em como parece e por isso tem muito medo de certas palavras.

  14. lucklucky

    Quando alguém, neste caso o Afonso usa a palavra Estalinismo quando todos falam de Comunismo é logo um sinal significativo.

  15. Caro Lucklucky

    Os irmãos Dalton é que eram o Mal. Analisar a história dos grandes movimentos populares e que mudaram o mundo, (a revolução francesa no século 19, a revolução bolchevique no século 20, só para nomear algumas , ) do ponto de vista patológico não me parece uma análise muito científica da coisa.

  16. lucklucky

    Científica, ao contrário de ti que quiseste só falar de Estalinismo para limpares o resto?

    E é um bom ponto partida como o Comunismo atriu e criou tanta patologia:

    The prisoners comprised dispossessed farmers who had attempted to resist collectivization, former activists of the National Peasants’ Party, the National Liberal Party, the Romanian Social Democratic Party, and the fascist Iron Guard, Zionist Jews, as well as Orthodox and Catholic priests.[2][4][10][16][21] The canal was referred to as the “graveyard of the Romanian bourgeoisie” by the Communist authorities,[18] and the physical elimination of undesirable social classes was one of its most significant goals.[4][16][22]

    One estimate places at over 200,000 the number of people who died as a result of exposure, unsafe equipment, malnutrition, accidents, tuberculosis and other diseases, over-work, etc., of those working on the project between 1949 and 1953.[23] More conservative estimates place the number at “considerably in excess of 10,000”.[16] As such, the project became known as The Death Canal (Canalul Morții). It has also been called “a cloaca of immense human suffering and mortality”.[24]

    In parallel, authorities left aside sectors of employment for skilled workers – kept in strict isolation from all others,[16] they were attracted to the site with exceptional salaries (over 5,000 lei per month), as well as for young people drafted in the Romanian Army and whose files indicated “unhealthy origins” (a middle-class family background).

    https://en.wikipedia.org/wiki/Danube%E2%80%93Black_Sea_Canal

    Será patologia?

    E temos o amigo que quiseste limpar:

    Vladimir Lenine
    March 1922: “It is precisely now and only now, when in the starving regions people are eating human flesh, and hundreds if not thousands of corpses are littering the roads, that we can (and therefore must)carry out the confiscation of church valuables with the most savage and merciless energy. Precisely at this moment we must give battle to [the clergy] in the most decisive and merciless manner and crush its resistance with such brutality that it will not forget it for decades to come. The greater the number of representatives of the reactionary clergy and reactionary bourgeoisie we succeed in executing for this reason, the better.”

    https://www.amazon.com/Lenin-Secret-Archive-Annals-Communism/dp/0300076622/

    Será patologia?

  17. Será patologia ?

    Estimam-se mais de 25 milhões de índios na América do Norte e cerca de 2 mil idiomas diferentes. Ao fim das chamadas “guerras indígenas”, restavam 2 milhões, menos de 10% do total. Para o etnólogo americano Ward Churchill, da Universidade do Colorado, esse mais de um século de extermínio e, particularmente, o ritmo com que isso ocorreu no século XIX, caracterizaram-se “como um enorme genocídio, o mais prolongado que a humanidade registra”.

    O genocídio nos EUA foi um processo claramente controlado e impulsionado pelo governo dos EUA, com o apoio declarado dos setores que deslumbravam a possibilidade de lucros com o extermínio generalizado dos índios e sua substituição por áreas integradas ao sistema de comércio, que renderia dividendos a banqueiros, fazendeiros, industriais das ferrovias e implementos agrícolas e outros capitalistas.

  18. Será patologia ?

    Fome de 1943 em Bengala é um entre vários eventos de fome em massa que ocorreram na história de Bengala administrada pelo Império britânico. É estimado que em torno de 1.5-3 milhões de pessoas morreram de fome e desnutrição durante o período.

  19. Mais patologia ?

    Os bombardeamentos atômicos das cidades de Hiroshima e Nagasaki[nota 1] foram dois bombardeios realizados pelos Estados Unidos contra o Império do Japão durante os estágios finais da Segunda Guerra Mundial, em agosto de 1945. Foi o primeiro e único momento na história em que armas nucleares foram usadas em guerra e contra alvos civis.

  20. Stalenin

    Ontem estive demasiado ocupado a celebrar o centésimo aniversário da Gloriosa Revolução de Outubro, que trouxe luz a um mundo de trevas, e não tive oportunidade (i. e. tempo a perder) para passar por aqui. Era evidente que a extrema direita radical iria, como sempre, destilar o seu veneno e ódio visceral e irracional contra aquela que foi, porventura, a mais grandiosas conquistas da Humanidade. Curiosamente, partilharam apenas um chorrilho de disparates sem nexo. Esperava mais da V. parte, sinceramente. Se é só isso que conseguem dizer, estamos mal. Tenham lá mais imaginação e inventem qualquer coisa que se aproxime mais da realidade, porque isso do “golpe armado”, do “regime constitucional parlamentar” em vigor desde Fevereiro e das “regras imparciais do constitucionalismo democrático” é muito, mas mesmo muito pouco sério, até para V.Exas.

    Viva o Marxismo-Leninismo!
    Viva a Gloriosa Revolução de Outubro!
    Viva a União das Repúblicas Socialistas Soviéticas!

    STALENIN

  21. lucklucky

    Como sempre não recebo resposta de um Marxista não é Afonso. Só tentativas de desviar o assunto.

    … etnólogo americano Ward “little Eichmanns” Churchil Haha!

    *little Eichmanns” era quem estava no World Trade Center em 11 de Setembro.
    Merecia morrer por tanto.

    Claro que não leste uma ponta do “genocídio” de que o “etnólogo” -que se diz descendente de indianos mas não é- fala pois não?

  22. Mario Figueiredo

    “Ontem estive demasiado ocupado a celebrar o centésimo aniversário da Gloriosa Revolução de Outubro”

    Espero que não tenhas enchido o bucho, camarada. Porque daqui a 15 dias vai te dar uma azia quando a malta a estiver a comemorar o 25 de Novembro. Festa rija em Almada com bifanas e bom tinto.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s