Imaginem A Cobertura E A Reacção Do PS/PCP/BE A Esta Notícia Num Governo PSD-CDS

Caro leitor,

Peço-lhe que faça um pequeno excercício mental. Imagine que a notícia abaixo retirada daqui tivesse ocorrido entre 2011 e 2015 durante o Governo PSD-CDS. Peço-lhe que imagine a cobertura mediática; a indignação dos vários comentadores e opinadores; os posts virais nas redes sociais; e as reacções e declarações dos partidos que actualmente suportam o governo da geringonça:  PS, PCP e BE.

Agora, constatem a cobertura e tratamento actual que esta notícia – objectivamente gravíssima – tem tido, assim como as reacções do PS, PCP e BE.

Pelo menos, todos os funcionários públicos viram o seu horário de trabalho reduzido de 40 para 35 horas e os funcionários públicos com vencimentos acima de 1.500 euros viram os seus salários repostos; assim como os pensionistas que recebiam uma pensão mensal acima de 4.600 euros.

Anúncios

8 thoughts on “Imaginem A Cobertura E A Reacção Do PS/PCP/BE A Esta Notícia Num Governo PSD-CDS

  1. Manel

    Que eu saiba, em 2014 e 2015 só os filhas da Puta da direita andavam no governo.

    Mas… Nada como divulgar esta merda no meio dos incêndios.. Que timming.

    Mas… Nada como pedir aos amigos da CS para abafarem ao máximo o assunto.

    Filhos da Puta sem Vergonha.

  2. JP-A

    Retratos de um descarado:

    Janeiro: “Investimento público atinge mínimo desde 1960”
    Outubro: “Costa promete segunda maior subida de investimento público da Zona Euro”

  3. ecozeus

    Oh! Manel
    Então os 2.650 doentes que em 2016 morreram no reinado do Costa, não estavam à espera duma cirurgia?

  4. Manuel, e que tal a parte de que o Ministério falseou os dados?
    Será que isso também foi culpa do Governo do PSD? É que a qualidade do servico diminuiu, mas isso seria de esperar pela reducão do pessoal, mas falsear dados é algo habitual nos filhos da puta (como o Manuel lhes chamou) da esquerda…. algo que aprenderam com o grande Pai Estaline.

  5. Aónio Lourenço

    Não tem problema morrerem mais de 2000 pessoas à espera de cirurgia, pois os enfermeiros já chegaram a acordo com o governo para mais 200 ou 300 euros de remuneração mensal e porque todo o pessoal médico e auxiliar já só trabalha 35 horas semanais, e porque já não há falsos recibos verdes na saúde, e porque o principal para qualquer governo é garantir que os seus funcionários públicos têm uma vida “condigna”, a bem, obviamente, do interesse público. É o famoso princípio Mortágua da teoria político-económica: “quanto maior for o salário médio da função pública, melhores serviços públicos têm os cidadãos”!

  6. Pingback: Encontrado o que, “no limite”, nunca foi furtado – O Insurgente

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s