No país do faz de conta

Quatro notas soltas, a crónica de Alberto Gonçalves no Observador.

(…) 2. Raquel Varela, uma “historiadora” que após perder um debate contra uma criança de 16 anos foi naturalmente recrutada para o panteão de pensadores da RTP, explicou que, como a Autoeuropa se limita a montar carros, não produz riqueza. Se a senhora tivesse ao menos um amigo, este haveria de explicar-lhe a estonteante genialidade da sentença. Infelizmente, a prof. dra. arq. Varela não dispõe de vida social, ocupadíssima que está a criar gado, drenar solos, plantar legumes, costurar casacos, cimentar tijolo, inventariar o material necessário para construir automóveis e, em suma, tirar o tapete dos pés da ganância capitalista. Mais uns anos, poderá esfregar na cara desses exploradores um cachecol, dois rabanetes e meia pastilha de travão.

3. Em “entrevista” ao “Diário de Notícias”, o ministro da Defesa afirmou que “no limite, pode não ter havido furto” no caso do furto de armas em Tancos. Primeiro, garantiu-se que o roubo não era o maior da História dos Paióis Arrombados. Depois, esclareceu-se que as armas roubadas não eram caras. De seguida, informou-se que as armas roubadas não funcionavam por aí além. Agora, sugere-se que o roubo não existiu. Não tarda, a nação aprenderá que mesmo a base de Tancos é fictícia, que os “estadistas” que por lá desfilam desde o roubo que não houve são imaginários, que Portugal é um país normal e que tudo isto foi um pesadelo de que acordaremos sem mazelas. (…)

Anúncios

7 thoughts on “No país do faz de conta

  1. pelos vistos não foi bem isso que a “historiadora” disse… o facto do “cronista” precisar de… adaptar o que Varela diz para a poder criticar diz mais acerca da qualidade deste!

  2. Manuel Assis Teixeira

    A Varela tal como o Boaventura fazem parte da seita de pseudo sociólogos cujo objectivo é falsear a realidade, torcer os números a seu belo prazer! São intelectualmente pouco sérios. Um verdadeiro embuste! A Varela é pouco mais que uma aprendiz e por muitos estudos que faça e por muitos bicos de pés em que se queira pôr toda a gente a lembrará como a figurinha que foi posta em sentido por um jovem de 16 anos que lhe deu uma lição! O Boaventura é mais inteligente! Aparece menos e mina pela calada! Escreve e diz os maiores dislates, é certo!
    Mas quem o lê, quem os lê? Nao fora Rui Carmo e Alberto Gonçalves e não tinham saído da penumbra em que se encontram, neste fim de semana solarengo!

  3. A. R

    O ministro em si não existe e a Raquel Varela existirá, apenas vagamente porque pensa mas pouco, contudo não é deste mundo.
    Pobre país! Que saudades da gente do Estado Novo que nos governava.

  4. Essa senhora devia ter sido quem decidia se haveria ou não IVA. Porque quem empacota leite não acresenta valor, o leite já lá estava. Acabava o IVA!
    Por outro lado, seguindo a linha de pensamento do já lá estava, nem sei o que produz riqueza, é que mesmo no sector primário, o ferro que é minerado já lá estava.
    Como é que gente tão bronca tem tempo de antena sem ser em programas de comédia?

  5. Afinal de contas há inventário ou não há inventário? e quando foi feito? e quem o assinou?
    É que o roubo pode ter sido há 5 anos… neste caso o ministro até tem razão; quando ele tomou posse as armas já lá não estavam… se houve roubo foi na vigência de outro governo.
    Cautela! não vá a castanha quente estalar nas mãos do coelho!

  6. alex.soares

    Oh! Cherloque manolo e buraco na rede foi feito quando?
    Aldrabões gatunos usurpadores do poder traidores dos seus compatriotas.
    … e tu também.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s