Acima de tudo, manter a casta

A minha crónica hoje no i.

Acima de tudo, manter a casta

Afinal, o histórico défice de 2% do PIB foi conseguido à custa de cativações. Ou seja, o governo não permitiu certas despesas, pondo em causa a prestação de certos serviços públicos, para compensar a reversão dos cortes nos salários da função pública e das pensões.

Aquilo de que se suspeitava – porque o dinheiro não é elástico – está hoje à vista: o plano B do socialismo é pagar clientelas, mesmo que à custa do Estado. António Costa e o seu círculo político perceberam que a única forma de o PS não seguir o caminho de outros partidos socialistas europeus é através da compra de votos. E qual cacique dos tempos modernos, Costa prometeu benesses pagas com fundos públicos, mesmo que à custa do bem comum.

Para piorar a narrativa, e como o crescimento económico dos últimos meses foi conseguido à custa de mais dívida, lá chegará o dia, ou porque já não há condições para pagar mais benesses ou porque o Estado falhou outra vez como aconteceu em Pedrógão e em Tancos, em que acordamos outra vez para a realidade.

Esse momento será cómico, para não dizer triste. Aquele em que Bloco e PCP lavarão as mãos e se tentarão salvar a qualquer custo. Quais ratos, saltarão borda fora na esperança de escaparem e acusarem outros da desgraça para a qual contribuíram. Exímios que são nessa prática política, que agora se considera uma arte, não terão dificuldades em prevalecer. Não deixa de ser curioso como o socialismo se modernizou ao ponto de pôr em causa a boa execução das funções próprias do Estado.

Anúncios

5 thoughts on “Acima de tudo, manter a casta

  1. ABC

    Cada vez que acho que um governo de esquerda não nos pode enterrar mais aparece mais um líder socialista com uma pá novinha em folha.

    Os camaradas já iniciaram o processo de descolagem, como se constata nos discursos surrealistas onde procuram não ter nada a ver com isto.

  2. Anticapitalista

    Deixem lá, homens de deus. A geringonça rstampa-se e vem o passos&portas&cavacos&montenegros&cia, dão mais música ao Zépovinho, vocês dançame aquilo a que chamam socialismo de transforma facilmente em democracia, a vossa, a burguesa, a capitalista, como foi acontecendo nos 40 de governanças do arco. O socialismo plasmado na CR de 1976, resultante fa maior votação jamais vista no mundo dito livre, esse, foi metido na gaveta e agora o Zépovinho anda de tanga, uns passam fome, outros andam subalimentados, e vocês vão se masturbando intelectualmente por aqui evacuando as vossas teses descabeladas e a cheirarem a salazarismo!…

  3. André Miguel

    O estado final do socialismo é mesmo esse, manter o status da casta enquanto tudo o resto se desfaz em cacos. Está nos livros de História. Mas este povo de iletrados e ignorantes, quais anticapitalistas, ainda acreditam no pai natal.

  4. O Costa das emboscadas em fuga descontrolada. Há quem ainda lhe deixe no caminho poças de água turva salpicadas com sal de refugo. Os ratos de encosto já miam.

  5. Gabriel Orfao Goncalves

    Pena o AntiCapitalista não ter ficado na EN236-1 em substituição de qualquer um/a que lá pereceu.
    Não se tinha perdido nada.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s