Israel não é Politicamente Correcto

Sinal dos tempos este artigo no The Jerusalem Post: FRENCH GROUPS TO PROTEST NETANYAHU ATTENDANCE AT PARIS HOLOCAUST CEREMONY. Exemplo:

The president of the French Palestinian Solidarity Association (AFPS), Bertrand Heilbronn, dismissed the rationale behind Netanyahu’s attendance at the ceremony in a joint letter with French-Jewish historian Dominique Vidal.

“In what way does this event concern Israel? The state didn’t exist at the time [of the Holocaust]. Israel cannot present itself as the sole inheritor of the victims of the Holocaust,” the letter read.

“The head of the Israeli government, who is from the Right, the far-Right of Israel, has no place at the commemoration of the roundup at Vel’ D’Hiv,” concluded the letter.

99457897

E para quem acha que este fenómeno é exclusivo de organizações radicais, aqui fica um artigo de opinião no “respeitável” e “centrista” New York Times: I’m Glad the Dyke March Banned Jewish Stars. Excerpto:

One of the women who was asked to leave the Dyke March, Eleanor Shoshany Anderson, couldn’t understand why she was kicked out of an event that billed itself as intersectional. “The Dyke March is supposed to be intersectional,” she said. “I don’t know why my identity is excluded from that. I felt that, as a Jew, I am not welcome here.”

She isn’t. Because though intersectionality cloaks itself in the garb of humanism, it takes a Manichaean view of life in which there can only be oppressors and oppressed. To be a Jewish dyke, let alone one who deigns to support Israel, is a categorical impossibility, oppressor and oppressed in the same person.

Anúncios

17 thoughts on “Israel não é Politicamente Correcto

  1. ai ai… israel é um estado relativamente recente e embora tenha estado envolvido em várias guerras contra todos os seus vizinhos, tendo sido atacado por eles, etc… já tem um pib per capita maior que portugal….

  2. e isto tendo em conta que cerca de 20% da população de israel é muçulmana, e que é um estado em constante estado de guerra contra os seus vizinhos… e já ultrapassou portugal em condições de vida.. são 8 milhões… é uma vergonha – para portugal.

  3. o que também leva à pergunta… tendo israel 20% de muçulmanos… onde andam os judeus e cristãos nos países muçulmanos? evaporaram? existe algum país muçulmano com 20% de cristãos ou judeus?

    já agora deixo aqui um facto – é crime em marrocos tentar converter uma pessoa do islão para outra coisa qualquer – crime – e estamos a falar de marrocos, que até é dos países mais “liberias” no espectro islamico.

    “According to Article 220 of the Moroccan Penal Code, “anyone who employs incitements to shake the faith of a Muslim or to convert him to another religion” incurs a sentence of 3 to 6 months’ imprisonment and a fine of 200 to 500 dirhams. Any attempt to induce a Muslim to convert is illegal. Foreign missionaries either limit their proselytizing to non-Muslims or attempt to conduct their work discreetly. “

  4. ou de como não muçulmanos não podem entrar em mecca ou medina – algo equivalente no ocidente seria proíbir todos os não cristãos de entrarem no vaticano

  5. c3lia

    Sinceramente, nunca entendi como uma religião anti-LGBT, anti-mulheres, e anti-liberdade como o Islao é q se tornou PC. A esquerda era idiota em termos económicos, mas esperta em termos sociais. Agora é idiota em ambos.

  6. Luís Lavoura

    Célia, todas as três religiões abraâmicas (judaísmo, cristianismo e islamismo) são anti-LGBT, anti-mulheres e anti-liberdade. Não é somente o Islão que o é. As outras também são – no melhor dos casos, disfarçam.

  7. c3lia

    @Luis Lavoura: mas não é PC defender-se os cristãos ou os judeus; pelo contrário! Por exemplo, a comunicação social faz sempre questão de pintar com “cores retrógradas” os cristãos nos EUA q são contra o aborto. E neste caso em questão estão a protestar porq o PM de Israel vai a uma homenagem a vitimas sobretudo judias. Mas, claro, a esquerda e os media são os primeiros a correr em defesa dos muçulmanos. Reconhecer a verdade de que o Islão é uma religião idiota, ofende todas as flores-de-estufa-da-esquerda-PC.

    E, claro, na minha opinião não querer vender um bolo para um casamento gay, ou fazer um cartaz “adam and eve / not adam and steve” é BASTANTE diferente de se atirar gays de alturas de 5 andares. Se para si é o mesmo… Isso já é consigo, e a sua consciencia.

  8. “atirar gays de alturas de 5 andares. Se para si é o mesmo… Isso já é consigo, e a sua consciencia.”… ou se o país vende petróleo ou detém biliões de dívida…

  9. Euro2cent

    > anti-mulheres

    Ahahah. Deviam engolir menos patranhas de publicitários.

    A religião cristã fez o que nunca foi feito pelas mulheres em geral. Deu-lhes a segurança de um casamento monogâmico indissolúvel.

    Aquilo que as matronas da aristocracia romana tinham (o ‘confarreatio’) e lhes dava um poder férreo sobre a sociedade onde viviam (“volta com o teu escudo ou
    morto sobre ele”) foi dado a todas a mulheres de todas as camadas sociais.

    Deitaram isso fora pelas “liberdades”. Sifuderam, com dizem nas internetes.

  10. Célia,

    «E, claro, na minha opinião não querer vender um bolo para um casamento gay, ou fazer um cartaz “adam and eve / not adam and steve” é BASTANTE diferente de se atirar gays de alturas de 5 andares.»

    Um deles pede vassoura e a esfregona. O outro apenas mói quem se deixa moer.

  11. “A religião cristã fez o que nunca foi feito pelas mulheres em geral. Deu-lhes a segurança de um casamento monogâmico indissolúvel.” Ah!Ah!Ah!Ah!

    nem sem por onde começar: “Deu-lhes”???? “segurançca…”????

  12. “Deu-lhes”???? “segurançca…”????

    Se tivesse de escolher, preferia ser mulher:

    1) Num país cristão;
    2) Num país muçulmano;
    3) Na Índia.

    No terceiro caso, não tem de sobreviver ao marido, se for de classe alta. No segundo, pode ser trocada por camelos após o divórcio, o qual apenas tem de ser manifestado pelo assentimento de duas testemunhas.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s