Um governo amoral

Este governo não existe porque não ganhou as eleições. A minha crónica hoje no i.

Um governo amoral

De repente, corre tudo mal. Foi tão rápido que muitos devem estar a coçar a cabeça, pensando o que fazer às crónicas escritas nos últimos meses. Costa, o génio político, afinal não tem mão nisto. Já agora, acrescento que Marcelo também não. É uma evidência, mas a vista da maioria tem andado entorpecida e foi preciso o fumo dos fogos para a aclarar.

Foi a EDP, os empregos para a família de César, Pedrógão Grande, Tancos e, qual cereja em cima do bolo, o focus group. É demasiada realidade em demasiado pouco tempo. E azar dos azares, no Verão, mesmo em cima das autárquicas. Como é que gente tão batida nisto, neste modo amoral de governar, foi apanhada na curva desta maneira? O facto é que, por muito profissional que seja, o governo está ferido de morte porque não ganhou as eleições.

Eu sei, voltamos ao mesmo, mas é Costa que o confirma. Porque, ao não ter vencido as eleições, Costa depende das boas notícias que fabrica e explora. Foi por ter perdido as eleições que depende dos interesses que capturaram o Estado e que PS, PCP e Bloco não querem questionar. Foi por o PS não ter ganho as eleições que o governo se socorreu da bazófia, foi displicente, distorceu factos, mentiu, provocou, deitou foguetes e se apropriou de sucessos alheios. Divertiu. Fez tudo menos governar e, não governando, não perdeu só o rumo, que nunca teve, mas a moralidade que advém duma existência democrática. Um dia cairá sem que ninguém perceba porquê. O que está podre cai assim: sem que se ouça.

Anúncios

3 thoughts on “Um governo amoral

  1. JP-A

    Das Novas Narrativas às Novas Filosofias

    A entrevista a Carlos Almeida Lopes na TVI ontem às 20h49 é um bocado complicada em termos de responsabilidade para a seita comandada pelo cara-de-pau:

    -Antecipação da tragédia e reunião em Março com Sec.Estado
    -Nomeação de “Boys” (política designada por “Nova Filosofia”)
    -Substituição de 20 dos 36 comandantes distritais
    -17 dessas substituições em Abril
    -Conjugação de inexperiência e incompetência
    -Comandantes de Setúbal e Faro em Pedrogão (Ministra disse publicamente que os espanhóis não podiam combater porque não conheciam terreno)

    -Jorge Gomes, secretário de estado, não comenta, diz o canal.

    Lembro-me bem de quando a esquerda dizia que o governo anterior matava pessoas com os seus cortes.

  2. JP-A

    Para memória futura:

    Costa é menino para andar a informar o país de que nada de substancial falhou com as comunicações e daqui a uns dias apresentar-se ao país como salvador que vem pôr ordem nisto tudo, ao lado do povo, e esclarecer o país de que afinal descobriu que há uns problemas graves que lhe foram omitidos, coincidentes com aquilo que já toda a gente percebeu há muito, e que mandará apurar até às últimas consequências.

  3. Os apoiantes de ocasião não foram enganados. Saliências á vista sacodem-se em todo o palco mas vão continuar no papel de chocas de companhia.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s