Só vai à bomba…

Uma vez que não há quem tire os ministros dos seus assentos ministeriais, haja o que houver nas suas áreas de actuação política (incêndios nas florestas, fraudes nas escolas, roubos nos quartéis ou outros escândalos nos offshores), há uns desconhecidos Zorros que assaltaram um paiol em Tancos e que talvez tenham munição suficiente para pôr algumas pernas a tremer num assombro de fervor revolucionário, digno de uma esquerda não caviar.

Vale-nos que o ministro da Defesa diz que foi grave e que vai construir um muro novo à volta do paiol. Ficamos mais sossegados todos.

Gritem pois com estes novos revolucionários: “no pasarán” !!!

Anúncios

7 thoughts on “Só vai à bomba…

  1. A propósito do almoço Presidente/1º Ministro saiu-me esta reflexão:
    Que durante o repasto estes dois comparsas tenham um momento de lucidez, e de vergonha.
    Acertem de uma maneira excecionalmente decente como acabar com o martírio a que a Senhora MAI está a ser sujeita que até dá pena, e ainda mais revolta.
    A inocente ministra colocada deliberadamente no tabuleiro para saco de pancada não deixa de ser grande vitima quando é posta a funcionar como escudo humana na trágica comédia para proteção de um nauseabundo cadáver politico.
    Se Costa não se disponibilizar a sair pelo próprio pé, o Senhor Presidente tem que assumir mesmo com falta de coragem mas por obrigação ainda que rebuscada, a decisão de o mandar embora.
    A sua função não é animador de pista em cena só na hora de estar com os palhaços para criancinhas.
    Se não conseguem calibrar a coluna ao menos tenham dó gritado, em primeiro lugar deles próprios.

  2. André Miguel

    Olhe que deve haver muita perna a tremer. E não são as dos banqueiros alemães…

  3. Os acontecimentos das últimas semanas permitiram a confirmação de que não temos um Primeiro Ministro à altura e que o Presidente da República não passa de um chefe de um rancho folclórico qualquer em permanente digressão pelo país. Somos, infelizmente, uma nação patética, falida e falhada.

  4. Gabriel Orfao Goncalves

    Só há uma situação em que um soldado guarda um paiol e tem justificação para um acontecimento como este: ou foi morto ou foi gravamente ferido.
    Não há outra justificação possível.
    Perguntem a qualquer pessoa que tenha estado no Ultramar.
    Quanto ao Comandante da Unidade que autorizou/mandou que a guarda dos paióis se fizesse por rondas – se é verdade que era assim – só tem que dignamente pedir publicamente desculpas a todo um País e sair da vida militar.
    Mas como o tacho é bom, vai continuar lá.

  5. ABC

    Por muito menos que isto Sampaio achou que Santana Lopes não tinha condições para governar.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s