Só resta a tristeza

Tudo isto é triste, tudo isto é fado. Bem sei que há Fundos pra isto e praquilo, que não faltam leis a proibir a discriminação (até individual, go figure) de tudo mais um par de botas, que não faltam leis a regular o açúcar nas bebidas, leis a regular a abertura e fecho dos tupperware dos tomates e das alfaces nos restaurantes, o sal no pão, as promoções e saldos no comércio. Que não faltam direitos adquiridos, punição fiscal de uns comportamentos e incentivo de outros, que o Estado até na cozinha e na alcova já nos entrou. Sei isso tudo.
Também sei que na razão primeira que lhe legitima a existência, a protecção das pessoas e da respectiva propriedade, falha todos os dias e, às vezes, de forma trágica como se viu nestes dias. Mas isso não interessa nada pois não?
Isto já nem chateia, só entristece. É triste, demasiado triste, mas enquanto se conseguirem pagar umas migalhas aos velhos e umas mordomias aos funcionários bem pode todos os dias morrer gente por incúria, desleixo e corrupção do Estado. Porque falha exactamente onde não pode falhar e deslegitima-se, mas a maioria de nós há-de continuar a não perceber e não adianta. E não, não é só em catástrofes, é todos os dias. Quem me dera não saber nada nem de nada, já só me resta esta tristeza.

Anúncios

One thought on “Só resta a tristeza

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s