As estações de Cristas

Já sabíamos que há jovens empreendedores em Lisboa a vender louro prensado fazendo-se passar por marijuana. Ontem, ficámos a saber que o inverso também acontece. Não sei exactamente com o que é que Cristas temperou a comida ao almoço, mas espero que prendam o seu merceeiro rapidamente (embora aceite que possa ter sido uma grande superfície a vingar-se da taxa Cristas). Pese embora não seja uma ideia original (já em 2009 António Costa e Ana Paula Vitorino andavam a prometer mais 30 estações), entretanto aconteceu uma crise económica, os portugueses sofreram com a austeridade resultante dessa forma de pensar que ainda vigorava em 2009, e a maioria dos políticos deveria ter aprendido a lição. Que Cristas, alguém que esteve no governo que sofreu na pele os problemas de ter que aplicar essa austeridade, não perceba, é um enorme problema.

Mas há um outro problema maior, que tem escapado à maioria dos analistas. Cristas é candidata à Câmara Municipal de Lisboa, mas no parlamento é deputada por Leiria. E foi no parlamento, onde é deputada por Leiria, que Cristas foi fazer campanha para a Câmara de Lisboa. Não basta o plano ser absurdo, é também um desrespeito para com os seus eleitores de Leiria, utilizar o cargo para defender os interesses (?) dos Lisboetas. A não ser que a ideia das 20 estações seja ligar Lisboa a Leiria.

Há certas excitações que convém temperar. Com o louro certo, claro.

Anúncios

16 thoughts on “As estações de Cristas

  1. São promessas absolutamente normais de uma socialista. Desde quando é que os deputados em portugal têm algum tipo de vinculo com quem os elege? Só com o presidente do partido

  2. É este o problema da nossa direita. Não aprendem mesmo ! Esta proposta da Cristas é de uma imaturidade que até doi… é isto que faz com que a geringonça se ria e se vá perpetuar… com esta oposiçao estamos desgraçados! E nós os de direita, os que verdadeiramente sofremos ao ver e ler os geringonçicos mereciamos muito melhor! Mas não vamos ter. Pela amostra vamos ter uma longa travessia do deserto! Longuissima! 30 estaçoes de metro!!!! Francamente Dra Cristas! Tenha dó de nós!

  3. Bem, a Sra. vai-me obrigar a contar quantas estações existem actualmente.Mas há uma coisa que quem promete parece esquecer-se. O custo não é só a realização, é também a manutenção. Mesmo que neste tipo de obra o custo de manutenção não seja tão proporcional á escala, como no caso rodoviário.

  4. lucklucky

    Cristas é um produto do jornalismo.
    É recompensada mediaticamente quando diz algo que o jornalismo marxista concorda.

  5. mariofig

    “As despesas de funcionamento do Metro não são cobertas pelos preços cobrados aos utentes?”

    Garantidamente não. O Metro de Lisboa é empresa pública. As empresas públicas em Portugal são notórias pela sua incapacidade de viver exclusivamente à custa dos seus proveitos. O sistema de gestão é compensatório e propenso ao despesismo. Não existe, nem existiu, qualquer empresa pública em Portugal com um registo de crescimento sustentado. São um exemplo maior de má gestão que no sector privado levaria qualquer empresa — não inserida no grupo dos amigalhaços — à falência.

    E por isso mesmo são também um exemplo maior da desigualdade competitiva num estado social.

  6. mariofig

    Nota: Sei que o Tiro Ao Alvo que estava a fazer uma pergunta retórica e a denunciar a hipocrisia da esquerda. Mas para ser franco, a hipocrisia da direi…tinha portuguesa não lhes fica atrás, como bem se viu nesta bojarda da Cristas. Por mim, levam todos nos cornos nesta e muitas outras histórias.

  7. Hugo

    Sem embargo de a proposta da Assunção Cristas ser absurda, há que dizer que ela no parlamento não representa nem Leiria, nem Lisboa, nem Freixo-de-Espada-à-Cinta. Representa Portugal.

    Artigo 152.º
    Representação política

    2. Os Deputados representam todo o país e não os círculos por que são eleitos.

  8. Não sejam mais papistas que o papa. A direita tem uma tarefa difícil. Se à mínima coisa são os próprios votantes da direita a criticar a direita, então a geringonça está para durar 20 anos.

  9. mariofig

    “Se à mínima coisa são os próprios votantes da direita a criticar a direita, então a geringonça está para durar 20 anos”

    Acaso não tenha notado, a geringonça dura à 2/3 dos últimos 42 anos. E muito graças ao superpoder da direita portuguesa de se tornar invisível. Essa conversa de que não se toca nos meninos porque, coitadinhos, os outros malandros estão sempre a ganhar, fica só bem para quem gosta do estado das coisas neste país desde o 25 de Abril.

    Do meu lado não. Estamos conversados?

  10. Na crista da onda devia estar a impossibilidade legal de não poder concorrer a autarquias, quem não resida ou não faça vida profissional nesses concelhos durante os últimos 4 ou 5 anos. É preciso acabar com a vergonha de os casulos partidários em beneficio próprio, fazerem aterrar cabeças de cartaz em concelhos de que desconhecem o pulsar. Batem asa e mergulham como abutres de Sintra para Mirandela como de Faro para Braga.

  11. Ainda não prescindimos de condutores máquinistas, o futuro está atrasado por aqui.

    Há que automatizar todo o Metro e isso sim, é investimento produtivo.

  12. “And now for something completely different…”

    Eu sei que não tem nada a ver, mas o título da notícia do Observador realçado pelo jcd é o maior título da história do jornalismo português:

    “Hyundai fotografa Kona em frente ao PCP”.

  13. Luís Lavoura

    Essa coisa da representação dos distritos está obsoleta. Já ninguém verdadeiramente lhe liga. Isso eram coisas do século 19, em que havia maus transportes e as realidades locais eram muito distintas. Agora já estamos no século 21. Cristas não é deputada por Leiria, é deputada do país.

  14. Luís Lavoura

    Terry Malloy,
    eu julgava que as marcas de carro (e as empresas farmacêuticas, etc), antes de batizar os seus produtos, tinham o cuidado de fazer um scan de diversas línguas para verificar se os nomes não coincidiriam com palavras indesejáveis numa ou noutra dessas línguas.
    Acho inconcebível que a Hyundai batize um seu modelo de Kona, no português que é uma das línguas mais faladas a nível mundial.
    É de um amadorismo ridículo.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s