Para referência futura: a palavra ao PCP

Sobre o que se passa na Venezuela, o deputado Europeu do PCP, e candidato à CML, fez a seguinte declaração no Parlamento Europeu no dia 6 de Abril de 2017:

No tempo dos factos alternativos, eis os factos reais que a maioria deste Parlamento teima em esconder.

Entre 1999 e 2016, o desemprego caiu na Venezuela mais de dez pontos percentuais. No final de 2015 a Venezuela tinha um desemprego mais baixo do que a União Europeia ou o Canadá.

Os níveis de pobreza e a pobreza extrema caíram significativamente e de forma mais acentuada do que a média da América Latina.

Diminuiu significativamente o número de famílias com necessidades básicas por satisfazer.

A Venezuela subiu vários lugares no Índice de Desenvolvimento Humano das Nações Unidas.

Os indicadores de desigualdade social diminuíram.

Segundo a FAO – organização das Nações Unidas para a Alimentação – a Venezuela reduziu a subnutrição infantil e é hoje um país livre de fome.

O número de inscritos no ensino universitário mais do que triplicou.

Esta é a realidade que faz alguns destilarem raiva e ódio sobre a Venezuela. E apoiarem sem reservas e sem vergonha o boicote, a violência e a desestabilização económica, social e política.

Advertisements

12 thoughts on “Para referência futura: a palavra ao PCP

  1. Manuel Assis Teixeira

    Como é que é possível tanto autismo, tanto branqueamento! São estes os “compagnons de route” do P.S.
    Bem fez o Adolfo Mesquita Nunes que no outro dia na SIC noticias chamou os bois pelos nomes a um deputado comunista! Agora imaginem só o que seria o país comandado por bons rapazes nada sectários como o Miguel Tiago ou o João Oliveira ou a jovem Rita Rato… imaginem só!

  2. “E apoiarem sem reservas e sem vergonha o boicote, a violência e a desestabilização económica, social e política”.
    Até 2017 seria tudo apoio sem reservas, muita seriedade e suculenta ajuda, nada de violências e fartos aconchegos na estabilização económica, social e politica.
    De perguntar ao sr. deputado pela varinha mágica que tudo mudou num estalar de dedos.

  3. mais uma vez se prova que o PCP é um partido anti democracia e traidor de Portugal, que vive em democracia porque assim foi obrigado. A verdadeira agenda do PCP foi derrotada em 75 mas continua bem viva. O partido que enche a boca com a ditadura de Salazar é afinal aquele que mais branqueia Salazar, ao defender as piores ditaduras comunistas do mundo. Ao pé destes hipócritas Salazar foi mesmo a maior figura de Portugal no sec.XX.

  4. Gaius Octavius

    Existe uma cabala imperialisto-capitalista para sabotar a Revolução na Venezuela. É sempre assim em todas as revoluções proletárias. O Capital não suporta ver um povo emancipado, livre de obesidade e demais maleitas capitalistas e tudo tenta fazer para metê-lo novamente debaixo do seu jugo.

    Falam de “fome” na Venezuela, os reaccionários. Mas qual fome? O regime alimentar capitalista com pequeno-almoço, almoço e jantar é uma criação burguesa imposta aos trabalhadores para que estes, com o estômago cheio, saciados e satisfeitos, não sintam vontade de lutar contra os seus opressores. Um povo bem alimentado é mais fácil de controlar.
    Agora que finalmente os trabalhadores na Venezuela têm as rédeas do seu futuro nas suas próprias mãos e já conseguiram abolir a tradição burguesa das três refeições diárias, instrumento da sua opressão, os reacionários falam cinicamente em “fome”. É natural.

    O novo regime alimentar proletário, que tem vindo a ser implementado com sucesso na Venezuela, é composta por refeições frugais, intercaladas por vários dias de jejum, para que o povo se sinta sempre alerta e disposto a lutar pelos seus direitos e pela Revolução.
    Se os capitalistas estavam à espera que a Revolução iria deixar que os trabalhadores venezuelanos engordassem, tornando-os autómatos obesos, apáticos e alienados, incapazes de repelirem as ofensivas da Contra-Revolução, estavam enganados: se depender da Revolução, nunca mais se verá um único trabalhador com excesso de peso na Venezuela.

  5. mariofig

    Assuma-se por um momento que os dados apresentados pelo deputado comunista são correctos. Com o devido spin do pós-verdade típico do comunismo, é claro. Por exemplo, a Venezuela subir vários lugares no HDI pode significar que subiu apenas dois ou três, ou que ainda se mantém nos lugares mais baixos, ou que foram os seus vizinhos no índice que desceram, não a Venezuela que subiu pelo seu pulso. Os níveis de desemprego também podem ser manipulados facilmente, etc. etc. Mas, ainda assim, vamos fazer o esforço de ignorar os detalhes e assumir por um momento que o deputado do PCP fala a mais pura e virtuosa das verdades. E vamos também acreditar que existe um movimento internacional para derrubar Maduro. Ok?

    Onde é que isso deixa o PCP português?…

  6. mariofig

    Bom, no que já sabemos à muito tempo. As declarações do deputado comunista mostram-nos o partido comunista na sua essência. Um partido e uma ideologia que ignora os valores da democracia e da liberdade e que promove a ditadura e o despotismo, exemplificadas pelas acções de Maduro, como forma de luta contra a dita opressão capitalista. Portanto um partido que defende ditaduras comunistas. Um partido que não tem problema algum em derrubar a democracia se as suas condições não são respeitadas. Estamos entendidos.

  7. Murphy

    Se pronunciasse termos como copos e gajas, seria grave…

    Assim, está dentro dos limites do “indignometro” tuga.

    Temos o que merecemos.

  8. Isto tem de ser dito e repetido para que as gerações mais novas aprendam:

    Um fascista-nazi bom é um fascista-nazi morto.
    Um leninista-estalinista bom é um leninista-estalinista morto.
    Um apologista do totalitarismo só é bom se estiver morto.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s