Fátima e o comunismo

A minha crónica hoje no ‘i’.

Fátima e o comunismo

Aproximam-se as comemorações do centenário das aparições de Nossa Senhora em Fátima. Não sou um grande entusiasta de Fátima, talvez até pela comoção agitada que se associa ao local. Mas o que ali sucedeu em 1917 foi impressionante se tivermos em conta o que, nesse mesmo ano, se passaria na outra ponta do continente.

Porque Fátima está intimamente ligada à Rússia e ao comunismo. Fátima é o anúncio do fim de uma ideologia totalitária no momento em que ela toma forma. A sua mensagem serviu de foco, iluminou o espírito e deu forças a inúmeras pessoas que, querendo ser livres e viver em dignidade, tiveram de lutar contra o comunismo.

Em Portugal, durante o PREC. Ninguém instala uma ditadura comunista num país em que 10 por cento da sua população se reúnem num santuário católico situado bem no seu centro. Em Roma, onde João Paulo ii pegou na mensagem e a usou para inspirar os seus compatriotas polacos na luta contra a tirania.

A mensagem de Fátima não continha qualquer fórmula para combater o comunismo. A sua força advinha da certeza na vitória que era o fim da ditadura e a possibilidade de se poder viver num mundo melhor e mais justo. Cem anos passados, aquela ideologia terminou. Existem ainda resquícios, é certo, mas são pequenos grupos políticos incapazes de reconhecer o erro e os danos daí decorrentes.

Os desafios de hoje são outros. Mas, tal como no passado, sabemos que mantendo a esperança e acreditando nos valores que nos devem reger, a liberdade virá sempre ao de cima.

Advertisements

5 thoughts on “Fátima e o comunismo

  1. Nunca entendi muito bem a ligação de Fátima ao combate ao comunismo, porque todas as aparições se deram ANTES da Revolução de Outubro, ou seja, não existia comunismo em parte alguma. Claro que – para os que acreditam em Fátima – poderia tratar-se apenas de profecias.

  2. Rogerio Alves

    O combate ao comunismo tem todas as razões lógicas e inteligentes a seu favor. Não necessita de recurso ao misticismo.

  3. lucklucky

    É só ficção neste texto e ainda por cima temos esta pérola de cegueira:

    “Cem anos passados, aquela ideologia terminou.”

    O autor não sabe o que se passa nas universidades?
    O Jaime Nogueira Pinto já fez a conferência na faculdade “humanista”

    http://freebeacon.com/culture/mit-press-publishes-communism-kids-book/

    MIT Press is out with a new book that teaches children the tenets of Karl Marx with fairy tales.

    Communism for Kids, written by a German author who specializes in political theory and “queer politics,” was released last month. The thesis of the children’s book is that communism is “not that hard,” but has not been implemented in the right way.

  4. Será que a Virgem Maria vai aparecer a uns chavalos do ciclo preparatório, a anunciar o fim do ISIS? se sim, que se despache. Não há pachorra para esperar mais 30 anos que essa nova prega acabe…

  5. Desde os posts com as patetices feministas pró-Clinton que não lia nada tão idiota neste blogue.
    Definitivamente religião e razão não se misturam com facilidade….

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s