Estudantes extrapolados

Retirei este belo parágrafo de uma notícia do Observador

“…Citada pelo Jornal de Notícias, fonte da direção nacional da PSP adiantou apenas que “o comportamento [dos estudantes expulsos] extrapolou o aceitável”….”

Extrapolemos que a PSP não conhece o significado da palavra extrapolar.

Vivemos num país extrapolado da realidade…

Advertisements

9 thoughts on “Estudantes extrapolados

  1. mariofig

    Quando comecei a minha vida activa, trabalhei em Caxias numa empresa de informática. Depois de sair da estação de comboios já no fim do parque, escrito numa parede (onde ficou durante muito tempo) estava o seguinte dizer: “Se tens mais de 18 anos, não sabes ler nem escrever e gostas de andar à porrada, vem para a GNR.” Pouco mudou desde os anos 80. Mas lembremos Pacheco Pereira, para quem a falta de cultura é um problema recente do PSD e de Trump.

  2. Manuel Assis Teixeira

    A PSP extrapola! Perdoemos a PSP pela extrapolação! Os serviços que nos presta valem bem uns errozitos ! Os jovens agentes e oficiais afinal também foram ensinados neste sistema que dá pouca importância ao português. Mas tudo vai melhorar muito com a dupla Nogueira/jovem Ministro da Educaçao! E coitados os jovens que ” extrapolaram” foram, como diria o filósofo e bibliotecário Pacheco Pereira, vítimas da longa noite austeritária do governo Passos e do consulado Cratista no Ministerio da Educaçao! agora estão apenas a dar largas à nova liberdade, aos novos tempos de abundância que finalmente permitem que a geração mais bem preparada de sempre disponha de verba para uma semana no estrangeiro e com essa boa preparação destrua hotéis e outras instalações de lazer! Feliz país que tal juventude tem!

  3. E no jornal da noite da TVI, o “estudante” que foi entrevistado saíu-se duas vezes com “não houveram paredes partidas”.
    Fosse eu a professora de portuguës daquele indivíduo e: 1) chumbava-o já (independentemente das notas dos outros trimestres) para 2) me despedir de imediato!
    Então um miudo, no 12o ano, a meses de terminar o ensino secundário, não sabe que o verbo haver , no sentido de «acontecer, existir», é impessoal, pelo que tem de se conjugar sempre na terceira pessoa do singular?!?!
    Menos FB e PS4 e mais livros, por favor!!

  4. Euro2cent

    Esta foi uma indirecta para o outro artigo aqui do blog que “adereçava” um tema.

    Vá lá, errar é omano, e o autor ninjou rápidamente a gralha.

  5. Não foi nenhuma indirecta, como é óbvio. Nem sequer me tinha apercebido disso até umas horas depois de fazer o meu post 😉 Logo eu que cometo gralhas constantes que tenho que posteriormente editar.

  6. Euro2cent

    > Logo eu que cometo gralhas constantes

    Felizmente não é da direcção nacional da PSP.

    Alguém podia por umas coisas num blog.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s