Francisco Veloso no Imperial College London

Uma perda importante para a Universidade Católica mas também (mais) um significativo reconhecimento internacional de como a UCP, em várias áreas, difere para melhor do triste panorama do ensino superior em Portugal: Francisco Veloso troca Católica por Imperial College em Londres

Francisco Veloso vai deixar a direção da Católica-Lisbon para liderar a Business School do Imperial College London, uma das mais prestigiadas universidades e escolas de gestão do mundo, a partir do próximo dia 1 de Agosto. O académico português, com 47 anos, deixa a universidade portuguesa ao fim de cinco anos como ‘dean’ (diretor) da Católica Lisbon School of Business and Economic, anunciou o vice-diretor, Guilherme Almeida e Brito, num comunicado enviado aos antigos alunos da instituição.

A seleção de Francisco Veloso “decorre, em larga medida, da trajetória de sucesso que a Católica-Lisbon tem evidenciado ao longo destes anos”, explicam no mesmo comunicado. “O compromisso com a excelência académica, a visão global, a aposta na investigação e um foco crescente na inovação e empreendedorismo, têm vindo a afirmar a nossa escola a nível internacional”, reforçam, o que justificou que a escola atingisse “a 23ª posição no ranking das Top European Business Schools do Financial Times, a melhor de sempre para uma faculdade nacional.”

Anúncios

7 thoughts on “Francisco Veloso no Imperial College London

  1. Euro2cent

    > difere para melhor do triste panorama do ensino superior em Portugal

    “It is not enough to succeed. Others must fail.”

    (O honestamente verrinoso Gore Vidal, claro.)

  2. A pergunta é a seguinte:
    Que razões ponderosas poderá levar uma pessoa de valor a manter-se numa país que despreza a meritocracia e elege o compadrio e o nepotismo como primeira arma para vencer na vida?
    A resposta é fácil: ter bons compadres e familiares bem colocados.

  3. Sim, a ucp é óptima :-). Que é que vexa sabe do panorama da universidade portuguesa para mandar postas de pescada? Há gente, muita gente, que vai para Harvard, Stanford, Berkeley, Chicago, para St. Andrews, Oxford, Otago, para a Penn e para o Boston College, para Bolonha, Scuola Normale di Pisa, Sapienza e ninguém anda por aí a deitar foguetes. Que parolada.

  4. Luís Lavoura

    um significativo reconhecimento internacional de como a UCP, em várias áreas, difere para melhor do triste panorama do ensino superior em Portugal

    Disparate. Há no ensino superior público português muitas pessoas que facilmente arranjam no estrangeiro posições equivalentes às que cá ocupam.

  5. Luís Lavoura

    Que razões ponderosas poderá levar uma pessoa de valor a manter-se numa país que despreza a meritocracia

    Há cada vez mais estrangeiros de grande mérito que vêem viver e trabalhar para Portugal.

  6. A formação base do Francisco Veloso foi no Instituto Superior Técnico , que como se sabe tem formado grandes profissionais.

  7. Inveja, a última palavra dos Lusíadas não está lá por acaso. Parabéns a todos que de forma honesta conseguem singrar na suas áreas de especialidade. Longa vida aos rancorosos para que assistam de pé aos triunfos internacionais dos bons profissionais que ainda há no país.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s