Como sacanear o contribuinte

“Esta é uma história portuguesa, com certeza. Era uma vez um prestador de serviços que passou umas quantas facturas-recibo que não conseguiu cobrar…”

Destaque do meu artigo de hoje no ECO – Economia Online. Sobre os obstáculos que o Fisco levanta aos contribuintes.

Anúncios

3 thoughts on “Como sacanear o contribuinte

  1. JP-A

    Na AT chega-se ao ponto de inventarem interpretações criativas (com o aval da hierarquia da repartição) de artigos de uma dúzia de palavras em sentido contrário do disposto para cobrar coimas claramente indevidas à luz da lei, que o contribuinte paga sem protestar, caso contrário tem de se submeter a um julgamento tributário por causa de 200 euros e contratar um advogado. Estamos a falar da interpretação de frases elementares em língua portuguesa.

  2. É que uma fatura-recibo é, antes de mais, um recibo.
    É bom não passar recibos quando ainda não se recebeu o dinheiro.
    Desconfio que toda essa burocracia se deva a cautelas tomadas pelo legislador para evitar habilidades que andavam a defraudar o Estado com base em recibos que alegadamente não tinham sido recebidos…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s