É Preciso Virar a Página Deste Ciclo De Austeridade. Podemos Crescer 2,6% Ao Ano Com Uma Nova Política.

O título deste post bem podia ter sido Economia Cresce 1,4% em 2016 e Supera Expectativas para dar continuidade a todo o spin do governo e da comunicação social.

Conhecido que é o valor do crescimento do PIB para 2016 – 1,4%, com o todo o spin à volta das expectativas superadas do governo (tendo por base o valor corrigido pelo governo de 1,2% em Outubro de 2016, já bem no final do ano) recupero e actualizo este post.

Abril de 2015. A pedido de António Costa, um grupo de sábios economistas abaixo assinava e publicava o documento Uma Década Para Portugal. O Partido Socialista baseava toda a sua narrativa neste documento para se apresentar como alternativa:

Este documento foi revisto em Agosto de 2015 com o Estudo Sobre O Impacto Financeiro Do Programa Eleitoral do PS e serviu de base para toda a tese da campanha eleitoral do PS e da sua apresentação enquanto alternativa de governação.

Este documento foi várias vezes questionado e criticado aqui neste blog (ver aqui, aquiaqui ou aqui). Foi feito também um apelo para a disponibilização do modelo subjacente (que entre outras coisas previa que fossem criados 466 empregos em 2019 devido aos efeitos da “promoção da lusofonia“) que nunca foi tornado público.

Nada como testar e avaliar o modelo e a sabedoria dos sábios que elaboraram o tal documento contra a realidade. Para tal, referencio os seguintes documentos:

Vejamos então as previsões e o valor real do crescimento do PIB para 2016 no gráfico abaixo.

crescimento_pib_2016

Dos 2,4% de crescimento do PIB previstos para 2016 no Plano Macro económico do PS inicial, e que mesmo em Janeiro de 2016 foi revisto para 2,1%, o próprio governo prevê  em Outubro de 2016 apenas 1,2%. O valor final acaba por ser de 1,4%, abaixo quer do valor registado em 2015 (1,6%) quer do valor previsto pelo próprio Partido Socialista caso a coligação Portugal à Frente se mantivesse no governo (1,7%).

No entanto, qual é o grande destaque da comunicação social? O crescimento foi de 1,4%, duas décimas acima do valor corrigido em grande baixa pelo próprio governo em Outubro de 2016. Este spin merecia grande destaque nos Truques da Imprensa Portuguesa.

Analisemos então o desempenho dos sábios economistas para 2017.

crescimento_pib_2017

Dos 3,1% de crescimento do PIB previstos para 2017 no Plano Macro económico do PS inicial, o governo prevê agora em Outubro de 2016 apenas 1,5% – menos de metade do valor previsto inicialmente; e mais uma vez, abaixo quer do valor verificado em 2015 (1,6%), quer do valor previsto pelo próprio Partido Socialista caso a coligação Portugal à Frente se mantivesse no governo (1,7%).

Finalmente, para prestar a devida homenagem e tributo aos sábios economistas do PS, deixo aqui um gráfico que contem os valores do crescimento do PIB previstos entre 2016 e 2019 no seu cenário macro económico revisto em Agosto de 2015 com três séries:

  1. A cor de rosa, a previsão do crescimento do PIB entre 2016 e 2019 com as medidas propostas pelo Partido Socialista
  2. A laranja, a previsão do Partido Socialista para o crescimento do PIB entre 2016 e 2019 caso a coligação Portugal à Frente continuasse no governo
  3. A vemelho, os últimos valores registados para 2016 e previstos pelo Partido Socialista para 2017.

crescimento_pib_2016_2019

Com tal desempenho, é apenas justo que os portugueses reiterem a sua confiança no governo da geringonça; e que os venerados autores do documento Uma Década Para Portugal sejam promovidos a ministros, secretários de estado e a reputadíssimas figuras destacadas dentro do partido socialista, e que mais tarde sejam colocados nas universidades para ensinarem estes modelos tão bonitos aos estudantes àvidos de conhecimento.

A única coisa que consegue tramar o socialismo é a realidade.

Anúncios

5 thoughts on “É Preciso Virar a Página Deste Ciclo De Austeridade. Podemos Crescer 2,6% Ao Ano Com Uma Nova Política.

  1. JP-A

    Apesar de tudo, nunca pensei que a comunicação social pudesse descer tão baixo. Até nos jornais económicos! A informação em Portugal está ao nível da fossa. Nos telejornais não há um contraditório para os opinadores oficiosos e a opinião vermelha passa como se fosse informação e por aqui já podemos imaginar como não serão as operações subterrâneas. Não aprendemos nada com o passado nem vamos aprender nunca. Isto está-nos no sangue.

  2. Manipulação de números tão descarada, não sendo propriamente especialista em desmontagens fraudulentas, nem ouso pronunciar-me até pelo asco me Manipulação de números não sendo propriamente assunto que me habilite a comentar não deixo mesmo assim de manifestar por outra via o meu direito á indignação pelo asco que me provocam.
    Nota final para começo:
    Acresce que o PR não pode comportar-se como chefe das lavadeiras do tanque publico atirando para o cesto dos desperdícios o art. 191º da constituição.
    Atingido o limite da promiscuidade:
    O governo deixa nas mãos de um escritório de advogados de um candidato a preparação de uma lei á medida.
    O PR contacta um administrador do banco público já fora de funções para avaliar documentos existentes.
    O governo deixou na gaveta durante mais de um mês uma lei promulgada sem que ao que parece tenha dado conhecimento desse congelamento a Marcelo.
    O ministro das finanças confessa que apesar de todos os alegados cuidados durante meses não terá havido das partes a perceção de ter ficado clara a necessidade de apresentação de rendimentos.
    Chega!
    Que daqui chegue ao Dr. António Domingues o pedido de esclarecimento sobre a alegada falta de entendimento adiantada pelo Dr. Centeno, ou se tal nem pode ser alegado caso tenha sido devidamente considerada e firmada essa condição.
    Grato.

  3. lucklucky

    Enquanto não perceberem que um dos combates pela verdade passa necessariamente combater contra o complexo jornalista-politico de esquerda não vão lado nenhum.

    Para quem chega a casa depois de um dia de trabalho, tem filhos para tratar a realidade é o que o Telejornal conta.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s