Obama did it first

Mea culpa, até é divertido atirar à cara da esquerdalha, às pazadas fumegantes, toda a sua hipocrisia. Agora, “X did it first” até pode servir para trollar, mas é de facto um argumento indigno. Não há honra em ser seguidor de políticas iliberais.

Anúncios

3 thoughts on “Obama did it first

  1. O “Obama did it first” é sobretudo para, precisamente, desmontar a hipocrisia e a dualidade de critérios de muitos dos criticos de Trump de esquerda, para quem Obama era um santo e Trump é a encarnação do diabo.
    Não implica necessáriamente estar de acordo com o que Obama fez primeiro e agora Trump também faz.

    Dito isto, nem tudo o que Obama fez e agora Trump continua é, à partida e sem nuances, “iliberal”.
    Por exemplo, controlar as fronteiras e a imigração.
    Pode-se justificar em termos da segurança e do Estado de Direito, condições indispensáveis de qualquer sociedade minimamente aberta e liberal.
    O liberalismo não é a bagunça ou a lei da selva.
    Outro exemplo, fazer operações militares contra terroristas islâmicos mesmo correndo o risco de fazer vitimas civis inocentes.
    O liberalismo não implica um pacifismo ingénuo e suicidário.

  2. Rick

    Tem o Fernando toda a razão.
    A menina do video estará entre as vítimas da invasão afro-islâmica se a sensatez não regressar à política nos países ocidentais.
    Toda a classe política está engajada na destruição das nacionalidades e em submeter os seus povos às mais duras provações, destruição e empobrecimento.
    A imprensa consegue manietar as pequenas reacções de populações incrédulas no que se desenrola frente aos seus olhos. Transporta-se a discução para o campo do antagonismo conservador/liberal ou do ódio, racismo, fascismo, nazismo, etc. Todo o cardápio de chavões marxistas.
    A invasão não pode ser discutida nem submetida a apreciação pelos europeus. Simplesmente tem que ser executada rapidamente e em força.

  3. Apesar de os media esconderem os perigos da invasão islâmica ( retratados no vídeo “Com portas abertas ” ) em colaboração com os governantes que proíbem as forças policiais de divulgar a etnia ou origem dos criminosos, graças à internet a população europeia está a acordar para o pesadelo. Chamem-nos racistas, xenófobos, islamofobicos,etc. , a realidade acabará por acordar os europeus e alguma coisa tem que mudar na politica europeia.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s