Escolas de degradação rápida

Em Março de 2016, o Ministério da Educação fez um estudo (chamemos-lhe assim) que serviu de base ao fim dos contratos com escolas públicas de gestão privada. Nesse estudo, a Escola Secundária Alexandre Herculano no Porto era indicada como uma alternativa aos alunos que saíssem dessas escolas:

herculano

Dez meses depois, o que aconteceu?

screen-shot-2017-01-29-at-9-17-18-pm

Advertisements

3 thoughts on “Escolas de degradação rápida

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s