leituras festivas e recomendadas

Como sempre sucede após épocas festivas, é chegada a altura de partilhar com os leitores d’ O Insurgente brevíssimas notas sobre os livros que li nas últimas semanas.

Ora, comecei o período natalício com “When China Rules The World” de Martin Jacques (editado em Portugal pelo Círculo de Leitores). O original tem uns anos (2009) e já há alguns que a tradução portuguesa (de boa qualidade) estava na prateleira à espera da sua vez de ser lida. Foi agora. Trata-se de uma excelente súmula das tradições culturais e políticas da China, é certo que aqui e acolá demasiado extensa, mas que nos dá um acervo da mentalidade de Reino do Meio, como o autor tão bem descreve num dos mais interessantes capítulos do livro. Que dá ao leitor uma visão não ocidentalizada daquele país. É leitura avisada num momento em que Donald Trump parece questionar a “One-China policy”, e logo num ano em que decorrerá o décimo nono congresso do partido comunista chinês. Confesso que não tendo ficado convencido do conteúdo que supostamente sustentará o título grandiloquente do livro fiquei, no entanto, creio eu, mais conhecedor dos “triggers” da acção histórica chinesa.

Finalizei depois com o magnífico “A Ira de Deus sobre a Europa – Testemunho de Um Meio Século”, de J. Rentes de Carvalho (2016, Quetzal Editores), que reúne um conjunto de crónicas íntimas do autor retratando as suas vivências ao longo de cinquenta anos na Holanda onde, desde então, está radicado. Um livro que, de certo modo, evidencia a evolução (ou a degenerescência) da Europa a quem o autor atribui “o hedonismo, a ausência de ideais, uma mansidão que não se distingue muito da cobardia”. Escrito de forma brilhante, numa prosa cheia de ritmo, deliciosamente descritiva, vi-me acometido por uma ânsia (de o ler de uma ponta à outra sem parar) típica dos grandes livros. Assim foi, e assim valeu a pena. A não perder. Pela qualidade do seu autor, que ainda para mais é português. E porque também este ano, em Março, teremos eleições legislativas na Holanda. Depois do Brexit, da vitória de Trump, e da derrota de Renzi, espera-se mais um momento politicamente incorrecto na Europa, desta feita na Holanda. Não será coincidência, com certeza.

Anúncios

One thought on “leituras festivas e recomendadas

  1. lucklucky

    “É leitura avisada num momento em que Donald Trump parece questionar a “One-China policy”, e logo num ano em que decorrerá o décimo nono congresso do partido comunista chinês. ”

    O livro explica como a China adoptou um culto europeu baseado na estrela vermelha e na foice e martelo?

    Será também avisado o autor ler sobre Freedom of Navigation Operations por parte da USN no Mar do Sul da China.
    Coisas que obviamente os jornalistas tugas não noticiam.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s