first-mover

“O PCP anunciou hoje que vai realizar uma campanha sobre a saída do euro. A campanha, que irá decorrer entre janeiro e junho de 2017, acontecerá em simultâneo com a exigência de renegociar a dívida.” (via ECO – Economia Online)

Nos próximos meses, será interessante analisar a evolução das intenções de voto no PCP (e, sobretudo, a evolução do sentimento pró euro dos portugueses) em resultado desta campanha contra o euro. Será também uma boa forma de avaliar a consistência das propostas do PCP e qual a reacção de outros partidos (em particular o BE). Devo dizer que não me parece mal que haja finalmente quem no “establishment” político se atreva a discutir este assunto. Da maneira que as coisas vão na governação institucional da zona euro poderá existir nesta acção política do PCP aquilo que os “marketeers” designam por “first-mover advantage”. Oh my gosh…what a scary thought!

Anúncios

7 thoughts on “first-mover

  1. Sejamos justos: João Ferreira do Amaral foi logo dos primeiros a criticar a adesão ao euro. Nessa linha (embora com outros argumentos), falaram Carlos Carvalhas (na altura secretário-geral do PC) e o Louçã (salvo erro ainda antes de haver BE).

  2. mariofig

    Estarei interessado em ouvir os argumentos se existir uma argumentação assente em reais estudos e modelos económicos que permitam uma análise séria e cientifica da forma e consequências da saída do Euro.

    Hahahah! Estou a brincar. Isto é o PCP. Isso nunca vai acontecer!

  3. AB

    Entrar no euro pode ter sido errado, mas saír a mal é suicidio. Mas basta alguém pôr a coisa de modo simples, tipo, está a ver um litro de gasolina? Custa 300 escudos. Agora imagine-a a 300 euros. Ainda quer saír?

  4. Uma coisa é certa, Portugal vai sair do euro.

    A zona euro, tal como existe hoje não tem futuro e será alterada em breve, ou quem sabe, até eliminada.

    Os comunas serem os primeiros a avançar para a rua com o tema, só demonstra que já se estão a posicionar para o que aí vem.
    Os outros como sempre, vão continuando a embalar os tótós.

  5. Nos comentários já se vislumbra uma aproximação ao Socialismo do Século XXI: a Venezuela…
    O ‘patriotismo’ do PCP não mais é que o apontar o deslumbramento pela Venezuela – à falta da URSS…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s