Guterres

Tenho para com a tomada de posse de António Guterres como Secretário-Geral da ONU a mesma atitude que Ferro Rodrigues um dia disse ter para com o segredo de justiça. E acho que não me engano se disser que o resto do mundo me acompanha.

Advertisements

18 thoughts on “Guterres

  1. Rick

    Nem toda a gente o acompanha. Olhe, a locutora do informativo da TVI estava à beira das lágrimas, comovida.
    Um pouco por todas as TV’s e jornais, vai-se vendo a hagiografia gutérrica.
    Só falta construir um templo.
    O facto de o hominídeo ter enterrado a economia do país, ter aprovado o alargamento da UE contra o interesse nacional, ter andado a encher a europa de terroristas, ter trazido para a política estadistas como Sócrates, Guterres, Estrelas, etc, não embaraça a narrativa siciliana.
    O passado é obliterado tal como nas fotos estalinistas. O sucialismo e o comunismo, embora separados à nascença, são gémeos.

  2. Pingback: POLITEIA

  3. Valha-nos S.Pancrácio,e nos livre de tantos “humanistas” (católicos e/ou ateus).Ouvi o inquilino de Belem já hoje na O-nu a mencionar o padre Malicias e o quanto os dois sonhavam em “salvar o mundo”(palavras do sr Marcelo)há 40 e tal anos atrás sem imaginarem que hoje teriam o Guterres(tuga que foge de pântanos nacionais para os pântanos internacionais)como secretário geral da O-nu(alucinação colectiva proto-maçónica e socialista global).

  4. Há uns tempos a esta parte o mundo abriu espaços para os pequenos homens. Vejam, França, Itália, Inglaterra, Espanha e muitos outros países. É natural que nas cúpulas que na verdade, têm o poder de dirigir toda esta confusão, UE e ONU, também estes estejam em ascensão, porque abrem o caminho a outros ainda menores, até ao debacle desta civilização que está num estertor. Se foi um mau 1.º Ministro, um transfuga, um medíocre servidor dos refugiados, é natural que seja catapultado para a figura máxima da ONU, uma organização com 41.000 funcionários bem pagos, que não serve para evitar as guerras fratricidas que imperam no mundo.

  5. Sou da mesma opinião.
    Mas aposto em como há 2 geringonços que não vão faltar.
    Ninguém tem nada com isso mas não acho bem que se desloquem às custas dos contribuintes e ainda por cima a receber ajudas de custo

  6. mariofig

    Bem dito Joaquim Tapadinhas. É mesmo um dos mais preocupantes sinais dos nossos tempos, que de há umas décadas para cá somos geridos por homens menores que nós. Os tempos dos grandes lideres políticos (de bom ou mau carácter, tanto faz) parece ter chegado ao fim. Deparamos hoje com lideres com os quais um normal cidadão facilmente se compara, tanto pelas qualidades ou falta delas, como pelo percurso de vida. Como se dizia à bem pouco tempo, isto tem a ver com uma importante alteração paradigmática na forma de governar ou dirigir; é que antes de governava para cima, para as massas, para o país, ou para a organização. Hoje se governa para baixo, para o pequeno núcleo eleitoral.

  7. JP-A

    Só num país de chanfrados é que se pode ouvir dizer na TV que um Guterres que não aguentou com o pântano lusitano e as máfias instaladas pode resolver os problemas do mundo. É que nem chega a ser um problema de infantilidade. Isto é mesmo da psiquiatria.

  8. “Num sistema hierárquico, todo o funcionário tende a ser promovido até ao seu nível de incompetência. Quando coincidem os níveis de incompetência com o de indispensabilidade de um indivíduo, deparamos-nos com uma excepção: a do incompetente indispensável”.

    ( Princípio de Peter )

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s