Health Parliament Portugal

logo.png

É com muito gosto que vou integrar o Health Parliament Portugal, uma iniciativa da Janssen-Cilag, Microsoft, Expresso e Universidade Nova, que visa analisar e discutir políticas para a saúde. É especialmente relevante porque uma das áreas de investigação em que trabalho visa precisamente a criação de sistemas de apoio à decisão política, desta forma suportando com evidência empírica e com teoria económica — e não com meros juízos ou preconceitos políticos — a tomada de decisão informada. Espero que daqui resulte trabalho frutuoso.

Anúncios

18 thoughts on “Health Parliament Portugal

  1. Pingback: POLITEIA

  2. É por isso que Portugal nunca vai ser nada de nada.

    Então para se candidatar era obrigatório no mínimo ser bacharel ?

    Porquê ? Porquê ? Porquê ?

  3. Sim999Blog,

    Portanto voce é da opiniao que num assunto tecnico e especializado, a opiniao do Zé taxista é útil ou igual a quem anda a estudar a matéria ?

    Voce confunde liberdade de expressao com qualidade de expressao.

  4. E quem é que falou em liberdade de expressão ?

    Desde já lhe digo, que conheço muitos a quem Vossa Senhoria apelida de Zé Taxista, com muito mais capacidade técnica do que muito lixo licenciado.

    Sobre as nossas Elites está tudo dito, basta ver o estado vergonhoso em que se encontra este país.

    Depois, se me desse ao trabalho de analisar as capacidades e currículos dos selecionados, se calhar ainda morria a rir.

    Qualidade de expressão ? …..Quem ?……onde se compra um medidor para isso ?

  5. A saúde em Portugal é um tema que está por demais deturpado.
    Só quando os supostos amigos do SNS forem desmacarados será possível modernizá-lo. Está na mão de pulhíticos medíocres, bonzos e apparatchiks. Os decisores deixaram há muito de ser médicos entendidos na prática clínica. Têm-se situado no domínio da anatomia descritiva (!), saúde pública colectivista, economistas maçons e sindicalistas encartados. O doente é um mal necessário, impedido de fazer escolhas, não é informado nem respeitado.
    O SNS vem decaindo de uma prestação louvável nos tempos de Paulo Mendo e Albino Aroso, para a vil tristeza traduzida numa insatisfação crescente e generalizada. As falsas estatísticas não a apagam. O caminho passaria por investigar quantos doentes morrem antes de terem um diagnóstico atempado, quantos sucumbem com infecções hospitalares além doutros pormenores. Que não haja preocupações, impunidade garantida.

  6. Luís Lavoura

    suportando com […] teoria económica — e não com meros juízos ou preconceitos políticos

    Infelizmente, a teoria económica ela própria é frequentemente um amontoado de juízos e preconceitos políticos, em vez de se basear, como qualquer ciência que se preze, em dados e estudos empíricos.

  7. Na mesma linha do que escrevi anteriormente, a propósito de decisão esotérica sobre emissão de cartas de condução, um dinossauro politicamente correto que pontifica há décadas leva uma pessoa experiente que trabalha no terreno, Carlos Arroz (SIM), a considerar que «dezenas de anos de afastamento da prática clínica assistencial e muitos anos praticando e defendendo um fundamentalismo normativo, resultam num comunicado com indesculpáveis falsidades e inverificáveis facilidades».
    O pulhiticamente correto deteriora a saúde das pessoas.

  8. mariofig

    “Infelizmente, a teoria económica ela própria é frequentemente um amontoado de juízos e preconceitos políticos, em vez de se basear, como qualquer ciência que se preze, em dados e estudos empíricos.”

    A teoria económica, ou simplesmente Economia ou Ciência da Economia, é antes de tudo o resto uma Ciência Social. Como tal, está sujeita a juízos e pré-conceitos políticos. E é assim que deve ser, é assim a única forma como pode ser.

    Já no caso em particular discute-se microeconomia. O que está ainda mais sujeito a variações de opinião política. E é assim que deve ser, é assim a única forma como pode ser.

    Portanto camarada Luís Lavoura, não vale a pena vir para aqui defender a tua ciência política de esquerda um dia, e no dia seguinte dizer que ciência que se preze não pode ser baseada na política. É incoerente. Ciências Sociais são. E muito.

  9. A propósito do custo da saúde, a verdade é que a velhada começa a ficar surda! Vai ao médico e este manda fazer exames. Conclue-se que o paciente está mesmo surdo. Este visita várias marcas maravilha, todas espantosamente boas, mas…. depois Conclue que cada aparelho, e ele precisa de dois (2) onde cada um, dos mais baratos custa para cima de 1.000 (mil) euros….. estão a ver qual a razão porque é que existe tanta estupidez no burgo? Desculpem…. aliás surdos. Para as pessoas de bem e de boa vontade agradeço que se coliguem e façam duas quetas, uma para me ajudarem e a outra para oferecerem um duo ao sabonete!

  10. Rodrigo

    Vendo os nomes dos selecionados, verifica-se que a escolha foi altamente politizada. Dificilmente surgirá algo novo.

  11. SIM999BLOG,

    “E quem é que falou em liberdade de expressão ?”
    Voce, quando diz coisas como: “Para pagar todos servem, para pensar e decidir só os Licenciados.”

    “Desde já lhe digo, que conheço muitos a quem Vossa Senhoria apelida de Zé Taxista, com muito mais capacidade técnica do que muito lixo licenciado.”

    “Sobre as nossas Elites está tudo dito, basta ver o estado vergonhoso em que se encontra este país.”

    Desde há uns 40 anos que Portugal é uma democracia. Se o povo é tao inteligente e capaz, como é que continuam a votar em elites que nao prestam ?

    “Depois, se me desse ao trabalho de analisar as capacidades e currículos dos selecionados, se calhar ainda morria a rir.”

    E deu-se ao trabalho ? Repare que o CV do autor do post está disponível online. Pode começar por aí.

    “Qualidade de expressão ? …..Quem ?……onde se compra um medidor para isso ?”
    Portanto, uma cançao do Leonel Nunes está ao mesmo nível do Aquilino Ribeiro ?

  12. Delfim

    Sobre o health parliament gostaria só fazer uma referência. Ao consultarmos a respetiva pagina oficial podemos ler ” o ambicioso objetivo de discutir políticas de saúde.” Excelente objetivo. Podemos também ler o que este evento oferece aos candidatos entre outras mais valias ” Visibilidade e cobertura mediática ” Bom, aqui já dá para pensar. Parceiros, com estes já dá para tirar conclusões.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s