Um palhaço é um palhaço

jt

Justin Trudeau, Primeiro-Ministro do Canadá sobre a morte do facínora Fidel Castro.

“It is with deep sorrow that I learned today of the death of Cuba’s longest serving President.

“Fidel Castro was a larger than life leader who served his people for almost half a century. A legendary revolutionary and orator, Mr. Castro made significant improvements to the education and healthcare of his island nation.

“While a controversial figure, both Mr. Castro’s supporters and detractors recognized his tremendous dedication and love for the Cuban people who had a deep and lasting affection for “el Comandante”.

“I know my father was very proud to call him a friend and I had the opportunity to meet Fidel when my father passed away. It was also a real honour to meet his three sons and his brother President Raúl Castro during my recent visit to Cuba.

“On behalf of all Canadians, Sophie and I offer our deepest condolences to the family, friends and many, many supporters of Mr. Castro. We join the people of Cuba today in mourning the loss of this remarkable leader.”

Anúncios

11 thoughts on “Um palhaço é um palhaço

  1. Abusar na erva pode levar ao delírio. E não vai ser o último.
    A situação das cidades do Canada, desde que este desgraçado alcançou o poder, é pouco conhecida na paróquia.

  2. Manuel Assis Teixeira

    Precisamente! Filho de palhaço palhaço é! E este palhacinho está na linha da falta de nivel geral dos dirigentes nacionais e internacionais!
    Pobre povo cubano que sofreu e sofre mas com a “inteligentzia” esquerdista caladinha

  3. Os países ocidentais têm uns políticos que chegam ao Poder por via democrática mas não são democratas.
    No fundo são Hitlerzitos. O Adolfo também chegou ao Poder por eleições democráticas e sabemos o resto da História.

    Este Trudeau é o típico “filhote de papai” que teve a carreira facilitada por o pai ter sido o Pierre Trudeau.

    Sempre que abre a boca fala um chorrilho de disparates. Mas é perigoso porque tem poder para concretizar os disparates.

  4. Este palerma, este palhaço congeminou um processo de selecção de juízes do Supremo Tribunal de Justiça Canadiano completamente Orwelliano.

    Cada candidato tem que declarar a sua etnia, orientação sexual e identidade sexual. Depois um comité de selecção irá identificar “unconscious bias” como forma de eliminação. (unconscious bias deve ser preconceito inconsciente ou lá que o valha).

    É este a utopia de Marxismo Cultural que ele propõe para o país. Uma vergonha!

  5. Euro2cent

    Os romanos eram supersticiosos, o que têm em comum com práticamente todos os povos, incluindo os ocidentais modernos que têm superstições muito mais nocivas do que a maioria.

    Entre as suas crenças estava que os lémures, ou sombras, dos mortos poderiam vir atormentar os vivos que os maledicessem. Aconselhavam então “de mortuis nil nisi bonum” – dos mortos [dizer] só o bom.

    Acho um bom conselho, e até mesmo preceito de etiqueta. Parece-me que foi o que este camarada fez, e, não sendo grande apreciador de Justins ou Fideles, não vejo grande motivo de excitação.

    (Passava bem sem as capas inteiras de jornal dedicadas ao defunto, mas já com o Bowie foi a mesma coisa – o jornalismo tuga, além de corrupto, estúpido e mentiroso, é também tolo como as campistas do Bieber.)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s