Leitura dominical

Um sucesso com precedentes, a crónica de Alberto Gonçalves no DN.

(…) O prof. Marcelo, especialista em selfies e obituários, chamou a Fidel Castro uma personalidade “marcante”, “cujo peso na história não se pode negar”. De facto, a criatura marcou sobretudo as suas incontáveis vítimas, executadas, torturadas ou, nos dias em que acordava bem-disposto, apenas presas por delito de opinião. E não serei eu a negar o tal “peso” de Fidel na história, a par de figuras estimáveis como Estaline, Hitler, Mao, Pol Pot, os ditadores argentinos e, numa escala modesta mas comparável na barba, o estrangulador Landru. Por sorte, dele e nossa por osmose, o prof. Marcelo ainda foi a tempo de conhecer o Carniceiro, perdão, o Comandante de Havana. Temos, em suma, um presidente esclarecido. Já os americanos terão o sr. Trump, que considerou Fidel um “ditador brutal”. Tamanha ignorância assusta.

Anúncios

9 thoughts on “Leitura dominical

  1. Segundo a Revista Forbes este Assassino tem uma fortuna Pessoal superior a US$ 500 Milhões!
    Lindo não é?
    E também, segundo parece, o mano também tem uma Fortuna ainda Maior!
    Viva a Revolução!
    A deles, claro!

  2. Morreu um dos membros da única família capitalista existente em cuba. Parece que a fortuna roubada ao povo, em troca da miséria, pobreza, servidão, escravatura, prisão e assassinio não permitiu que a aventesma fosse clonada. Afirmam que a causa do fracasso do socialismo em cuba é o inexistente bloqueio comercial americano, mas só existem dois países no mundo? A culpa do fracasso do socialismo em cuba é a ausencia do capitalismo? Patético!!

  3. Manuel Assis Teixeira

    Grande artigo do Alberto Goncalves: uma vergonha os comentários do Marcelo! De que lado está ele? Seguramente a afastar se da sua base de apoio! Nisto como em tudo o resto.
    Estou agora curioso de ver logo o comentario do pequeno Mendes…

  4. André Miguel

    Qual a surpresa?! Só quem não conhece o nosso povo é que fica surpreendido. A malta é socialista até a medula e suspira pela cubanização do rectângulo. De que outra forma teríamos uma geringonça?! Acho que muita gente ainda não se deu conta que a direita nunca mais governará o país. Isto não tem remédio, enquanto não for mesmo ao fundo.

  5. Manuel Assis Teixeira

    Aí está o Mendes a perorar sobre o Fidel sem nunca se definir muito, suave, muito soft. Este tipo é um autentico bailarino trapezista! Que palhaço!

  6. Ainda bem que o sr. Trump em consciencia e asco acerca do que é um ditador. Certamente não quererá tornar-se um. Podemos dormir descansados

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s