Soluções para acabar com os proto-fascistas

Estaline também apontou para soluções saudáveis para resolver problemas.
Estaline também apontou para soluções saudáveis para resolver problemas.

O Ricardo Paes Mamede, usa a sua página de Facebook para esclarecer os mais desatentos sobre os caminhos a percorrer para travar o populismo proto-fascista.

Uma vida saudável previne o populismo proto-fascista. Esta parece ser a conclusão de um estudo publicado na edição desta semana da revista The Economist sobre o resultado das eleições americanas.

De acordo com o estudo, o desvio de votos a favor de Trump em cada condado está fortemente associado à incidência de fenómenos como a reduzida esperança média de vida, a obesidade, o alcolismo, a diabetes, ou a falta de exercício fisico. Isto verifica-se mesmo depois de se considerar o efeito de variáveis como a etnia, a educação, a idade, a situação perante o mercado de trabalho. As condições de vida da população local são estatisticamente mais relevantes do que a proporção de população branca com reduzida educação – o factor que tem sido mais apontado nas análises.

Só falta mesmo dizer que, como vários estudos têm mostrado, os problemas de saúde estão recorrentemente associados às desigualdades sociais e à inexistência de serviços públicos de qualidade.

A conclusão é óbvia e não é nova: só o socialismo previne a barbárie.

Isto foi tudo para prevenir a barbárie, através do empenho de pessoas boas que procuravam difundir os ensinamentos e as vantagens de uma vida saudável e de combate ao fascismo

Anúncios

6 thoughts on “Soluções para acabar com os proto-fascistas

  1. ABC

    1º objectivo:
    Tomar o poder.
    – meios de tomar o poder:
    Quaisquer meios são válidos para tomar o poder.
    2º objectivo:
    Manter o poder.
    – meios de manter o poder:
    Quaisquer meios são válidos para manter o poder.

    A partir desta simples cartilha, podemos surpreender-nos com a mentira, a manipulação, a violência?

  2. Euro2cent

    Alguém devia ensinar a estes tougos o Kraft Durch Freude

    (O costume, da história só se aprende que não se aprende.)

  3. JMS

    “… só o socialismo previne a barbárie.”

    Faltam-me palavras e adjectivos para tentar classificar este último parágrafo -e todo o resto-desta diarreia mental do Ricardo Paes Mamede.

    Não sei o que dizer, mesmo…

    Só sei que a estupidez está a tomar proporções inimagináveis.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s