Para não esquecer

Faz hoje 4 anos que a extrema esquerda saiu à rua para atacar a democracia. Uma manifestação organizada inicialmente pela CGTP, acabou em horas de arremesso de pedras da calçada contra a polícia em frente à Assembleia da República. (ver a partir do minuto 2.00)

Anúncios

5 thoughts on “Para não esquecer

  1. Poucas semanas depois falei com uma participante, estudante universitária, que apanhou com uma pedra na cabeça. Depois da conversa, percebi: 1. ela não fazia a mínima ideia que tinha estado numa manif da extrema esquerda; 2. ela só lá tinha ido pois alguém lhe tinha dito que era para se manifestarem contra a austeridade e a falta de empregos para os jovens. 3. ela sentia-se vítima da polícia, que os tinha atacado. Entretanto, essa estudante acabou o mestrado e emigrou. Há poucos meses confessou-me que nunca pensou que na Europa se trabalhasse tanto… “Toda a gente trabalha imenso!”, disse-me.

  2. lucklucky

    Só quando a Direita puder fazer o mesmo e tiver a mesma reacção dos jornalistas puderemos dizer que há justiça jornalistica – vejam eu também sei inventar conceitos de justiça – no tratamento.

    Para quando teremos um mundo onde haja Justiça Jornalistica?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s