Tom Woods sobre a eleição de Trump e as reações à esquerda

Muito, muito bom. Recomendo o artigo completo:

Trying to Reason With the Left? Have Fun

The longer these leftist antics go on, whether on the streets or the campuses, the more the public will be educated on the precise nature of the totalitarian impulse behind leftism.

So do your worst, snowflakes.

Anúncios

One thought on “Tom Woods sobre a eleição de Trump e as reações à esquerda

  1. mariofig

    A maioria são jovens, ainda com as calças molhadas e creme para o acne que não sabem bem o que estão a protestar e qual o exatamente o que querem com esse protesto. Sem se aperceberem estão a protestar contra a democracia representativa que colocou Trump no poder, sugerindo que 50,2% constitui uma maioria e ignoram os quase 48,2% da população que votou Trump. Depois exigem… bom, não se sabe bem o que exigem. Mas certamente desconhecem e nem se preocupam com a clara divisão na sociedade que dizem ser os únicos representantes.

    A natural tendência para o idealismo na juventude sempre foi explorada pela esquerda na forma como tão rapidamente se associa a temas de interesse social e se declara como único bastião da ética. veementemente negando à direita essa qualidade. Esse chamariz faz da juventude idealista um terreno fértil de recrutamento, ou mesmo apenas de contestação que serve á esquerda. Ouvir aqueles jovens nas ruas berrar que são a geração que vai mudar o mundo, até faz o mais incauto acreditar que não há jovens que apoiam Trump nem jovens que defendem a democracia representativa, nem jovens que defendem o republicanismo americano. Nem tão pouco há jovens preocupados com o mundo se não estiverem aos berros nas ruas.

    Há 32 anos atrás, tinha eu 18 anos, o meu pai foi-me buscar às tantas da noite à esquadra de Cascais. Com um grupo de amigos eu tinha partido a montra de uma boutique e atirado uma lata de tinta contra um casaco de peles. Após ter apanhado a surra da minha vida (e que bem me fez), passado uns dias chegou a conta. Nesse dia ele disse-me que o único ideal que ele alguma vez respeitaria em mim seria o realismo.

    O pobre desgraçado precisou de um ano para pagar o casaco.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s