O Grande Erro das sondagens

Na política americana, as sondagens nacionais são pouco relevantes.  A esse nível, elas davam 3,2% de vantagem a Hillary e o resultado final foi uma vantagem de 0,2% para Hillary. Um erro razoável e dificilmente enquadrável na margem de erro. Mas este não foi o principal erro.

O principal erro foi ao nível dos estados.

Como por exemplo no Wisconsin (Projeção C+6,5%, Resultado T+1%), com uma diferença de 7,5%. No 538 tinham esta tabela (enviesada para minimizar diferenças, se repararem):

comparacao

Curiosa foi também a análise das hipóteses de ganhar. Por exemplo:

  1. NY Times – 85%, reflexão posterior.
  2. 538 – 71,4%, ,reflexão posterior.
  3. Huffington Post – 98%, 323 votos no colégio eleitoral, reflexão posterior.

Ligações extra: Telegraph, Washington Post.

Mas o mais grave foram as sondagens à boca das urnas. Podia colocar aqui uma chuva de exemplos, mas creio que o melhor é ouvir Megyn Kelly na 1ª pessoa:

Em conclusão: as sondagens foram uma anedota. Reformem-se e dediquem-se à pesca. Se isto for verdade e incluir empresas de sondagem, é grave. Se não for verdade, é ainda pior. Podem até chorar, mas agora pretenderem ser isentos… Ao menos mudem de vez para cargos abertamente políticos e não pretendam ser objectivos com números que obviamente exigiriam isenção. Sejam consequentes. Ou então não se admirem que a confiança nos media esteja em mínimos históricos.

Podem ler também no Zero Hedge sobre o Over-sampling. E Lew Rockwell.

Anúncios

5 pensamentos sobre “O Grande Erro das sondagens

  1. Nem vou discutir margens de erro por Estado ou no total dos votos populares.

    O erro das sondagens foi de 100%: erraram no vencedor.

    O resto é folclore para entreter os incautos.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.