A confiança no mundo de Sócrates

Na edição do Correio da Manhã de hoje (link disponível para assinantes) , são divulgadas escutas de José Sócrates com Domigos Farinho, o escritor fantasma do sucesso editorial A Confiança no Mundo da autoria do antigo Primeiro-Ministro  de Portugal.

Não sendo propriamente uma surpresa inimaginável, destaco as capacidades de José Sócrates no domínio técnico das ferramentas dos programas de processamento de texto. Resta a dúvida: a versão estaria em inglês técnico?

Publica o CM:

 “6 de Novembro de 2013

José Sócrates diz que tem um texto de email para copiar para um documento e trabalhar sobre ele…

Domingos Farinho explica como fazer. José sócrates pergunta como pode ver quantos caracteres o texto tem.

Domingos Farinho explica.”

Quase um ano depois, a 20 de Setembro de 2014:

Domingos Farinho diz que está a escrever a introdução, que conta ter pronta no final do mês…para José Sócrates estar descansado, quando voltar deve ter coisas para mostrar.”

Sobre esta temática editorial, é de leitura imperdível a crónica de José Diogo Quintela, O Farinho ampara.

Farinho é um Cyrano de Bergerac, o que faz de Sócrates os Milli Vanilli da ciência política.

Ainda no reinado Socrático, uma nota para  a notícia do Sol, Sócrates pagava blogue para elogiar Governo e atacar ‘inimigos’. O blog Câmara Corporativa, tal como os seus upgrades patrulheiros Geringonça e Truques de Imprensa, não são fruto da obra individual mas do esforço colectivo bem pago. Basta passar os olhos pelos posts Anderen Mitteln e O ‘franchising’ Abrantes.

33 pensamentos sobre “A confiança no mundo de Sócrates

  1. Como são possíveis estes embustes contínuos ? Como é possível que este homem tenha sido 1º Ministro de Portugal tantos anos? Como é possível Portugal ter gerado uma classe politica tão medíocre, tão pouco escrupulosa e com tão pouco sentido de serviço ? Como é possível o país ficar assistir quietinho em face destes tsunamis – e não é só o Socrates, há muitos outros nos vários partidos- que nos corroem a dignidade há tantos anos? como é possível o país não se insurgir? Responda quem souber!

  2. Não podemos ignorar que a máquina de corrupção e propaganda socialista que funcionou no tempo de Sócrates não morreu. Não esquecer que os magarefes de então continuam no partido e no governo. Não esquecer que António Costa foi o braço direito de Sócrates enquanto ministro da Justiça. E para concluir, a propósito da justificação do PM relativamente ao ordenado milionário do presidente da CGD que veio do privado ( a qualidade paga-se a preços do privado), será que o povo português pode arriscar o governo de Portugal a um PM que ganha tão poucochinho ?

  3. JP-A

    Estou para ver o que vai dizer agora aquele comentador do eixo do sistema que na semana passada disse que apesar das gravações do Donald Trump serem do foro privado dentro de uma camioneta, não nos podíamos desligar da análise da gravidade do seu conteúdo. Regra que aliás foi ao contrário de quando prenderam o conde na manga do avião. Até agora essas imagens levam o mesmo destino dos Panamá Papers.

    Já agora, podem ir continuando o trabalho de análise da semana passada, caso haja falta de assunto no departamento de encomendas – já que é para mexer na merda, então que avancem:

  4. O senhor inginheiro continua a disfrutar de imensa simpatia no rectângulo. Parte do “nosso povo” dedica-lhe afeição e toca no bombo se for preciso. Os seus aprendizes e companheiros lá estão no g u verno em posições de destaque.
    O seu antigo braço direito é pm. Só os cegos continuam a designar o nosso sistema pulhítico como democracia em vez de maçocracia. Acordai, gentes.

  5. ruicarmo

    Não faço parte dos amigos que escrevem livros por terceiros nem recebo fotocópias pelo que escrevo na blogo.

  6. ruicarmo

    “Ninguém pode ter uma opinião contrária à sua se não for para ganhar dinheiro.”
    Diabos. É preciso ser tão tolo?

  7. E tem outra. António Peixoto? Quem é António Peixoto? Quantas levas de bloggers do Insurgente, do Cachimbo de Magritte, do Blasfémias, do Albergue Espanhol, do 31 da Armada, … foram parar ao governo anterior ou tiveram cargos por ele nomeados e foram remuneradas pelo erário público? Qual é o mal?

  8. ruicarmo

    Continua a trollice. Pior ou melhor, as pessoas a que se refere deram a cara e o nome pelo que defendem. Nunca se esconderam no anonimato, nunca ameaçaram outros bloggers e não recebiam fotocópias de amigalhaços de políticos.

  9. Falta acrescentar aí mais sabujice e hipocrisia de outros com nome e tenda montada que sempre juraram a pés juntos que conheciam muito bem o Abrantes e que não havia colectivo algum

    Assim de cor, lembro-me da mija-nos-finados da Palmira que também tem foto com ele no almoço dos apaniguados da blogo; o querido que era mais era comboios, o Pitta que é só literatura ou a de formentera que nem pelo carlão deu.
    Quanto ao dito, também gostava muito de denunciar encapuçados que iam à caixa de comentários e lembro-me de uma com piada.

    Uma vez o Pacheco Pereira foi lá com nick dizer bem dele próprio, fingindo que era outra pessoa e o tipo foi rápido (acho que nem precisou de chamar o zé do boné o aparvalhado) escarrapachou logo na primeira página o nick, o comentário, o IP e o endereço da marmeleira.

  10. Ah, agora dizem que é cabala ou assobiam para ar como se nem a notícia tivessem lido. E os que dizem alguma coisa, vão ao ponto de achar que o trabalho é pago e que também há outros da “Direita” que foram a assessores.

    Portanto, sabujice na blogo é trabalho remunerado por baixo da mesa e isso é o mesmo que trabalho à luz do dia com contrato e descontos, já para não falar na nojeira de vendido e corrupção.

  11. Pois é. Ando por cá há muito tempo e lembro-me de cor disto tudo.

    A fotografia se não foi apagada vai ser. Porque há por lá mais impolutos que sempre juraram pela honra de uma única pessoa que agora negam ser a mesma pois colectivo era cabala.

    Há mais gente mas deixo de fora o valupateta porque se distanciou e porque sempre achei que é tarado suficiente para fazer tudo por panca mas é um senhor.

    A mija-nos-finados até dizia no Jugular que foi ela que o ensinou a blogar

    AHAHAHAHAHAH

    Tudo ao almocinho da blogo com 44 como convidado de honra. eheehhe Nem pagou o almoço, aposto. Fizerem colecta.

  12. Isso de “esconder no anonimato”sempre foi a tara dos sacanas de tenda montada que perseguiam gente com nick mas com ética.

    É mais fácil andar de nome e apelido e a oferecer bolinhos e ser um vendido.

    Por esse motivo sempre defendi o Valupateta que chegou a mandar uma boca deliciosa ao joãozinho dos pequeninos.
    Que havia muitos com nome e apelido que davam a cara mas que não se importariam nada de serem anónimos de costas em casas de banho do género

    “:OP

  13. O chamucas foi vice do 44 caso para dizer diz me com quem andas ….e onde é que anda o Armando o submarino da CGD quando é que ele vai para a jaula? O Rangel já não os pode ajudar. Que aborrecimento!

  14. André Miguel

    É apenas o resultado do povo que somos, cujos defeitos aumentam de expressão na proporção do poder. O povo contenta-se com a cunha e o biscate, quem está mais acima é fotocópias e envelopes.

  15. JP-A

    Chega a ser doentio:

    2009:
    “Sócrates quis saber o que bloggers dizem dele. Consciente do importante papel dos blogues no mundo da comunicação e informação actual, o secretário-geral do PS quis saber o que dizem dele 20 bloggers. “Disseram que dizem muito mal de mim na blogosfera e vim ver se era verdade. Isso não é bem assim”, afirmou José Sócrates, à entrada para um encontro com os autores das páginas da Internet, em Lisboa.

    Antes do encontro com os autores de blogues como Jugular, Cronistas para mais tarde recordar, Simplex, Câmara dos Comuns, O Afilhado, 31 da Armada, o País das Ideias, Miúdos seguros na Internet, Ideias em Série ou Estado Sentido, Sócrates foi questionado sobre eventuais ‘abusos’ nas páginas pessoais da Internet. ‘Os bloggers têm muito respeito por si próprios. Fazem o possível por transformar a liberdade dos seus blogues numa liberdade respeitosa, isso é um processo continuado‘, disse.

    ‘Bem sei que há exageros, mas o exagero faz parte do início da liberdade que os blogues constituem. Tenho esperança que a segurança que cada um dos bloggers vai sentido se transforme também em responsabilidade’, acrescentou.

    Para o líder socialista, as páginas pessoais são ‘um novo espaço que se oferece à democracia política e cívica’ e, por isso, Sócrates confessou ‘curiosidade em conhecer os principais bloggers do país‘. “

  16. “como é possível o país não se insurgir? Responda quem souber!”

    São mais de 40 anos de manipulação psicológica marxista nos me(r)dia que, ao longo do tempo, tem vindo a aumentar.
    O ensino público indigente não desenvolve o interesse em aceder a informação independente e fidedigna.
    A pobreza dos salários não permite outra preocupação às pessoas que não seja a rotina diária (transportes, emprego, compras no supermercado, filhos, idosos, casa).
    Uma justiça que não funciona porque é lenta ou complicadinha.
    Destruição de valores e princípios éticos e humanistas, com a falta de meritocracia e da honra e a promoção da corrupção e da desonestidade.
    Destruição da vida e da família, pedra basilar de qq sociedade, e promoção de estilos de vida autodestrutivos (drogas leves, abortos, promiscuidade sexual, eutanásia).
    Confusão sistemática e deliberada nas mentes das pessoas com o marxismo cultural, o politicamente correcto, a novilíngua e a ideologia de género.
    Considerar os cidadãos como mero gado contribuinte.

    Ou seja, o povo está analfabeto, pobre (e com fome), injustiçado, manipulado confuso e enganado, o que resulta em alienação e alheamento colectivo do tipo: “quero lá saber, que se f***!”

  17. Que saudades. Mais dia menos dias também vamos ter saudades desta.

    “Carta à Mortágua

    “Cara Licenciada Mariana Mortágua, enquanto doutorado em Economia pela Universidade de Oxford, UK, em 2006, e detendo o título académico máximo da uma Universidade Portuguesa (Agregado pela UCP em 2013), venho informá-la que se fosse minha aluna a teria reprovado sem apelo.

    A poupança é um fluxo, é certo, enquanto a riqueza é um stock. Mas esse stock varia em função da poupança que se faz. A riqueza cresce se poupar. Se não poupar não cresce. Assim, se vossa excelência quiser tributar a riqueza, diminui o incentivo a que eu a faça crescer, isto é, ao fluxo (poupança). Eu traduzo: diminui o incentivo à minha poupança. Ora, num país com um endividamento externo como o português, sem poupança, como pretende vossa excelência pagar o que devemos? E não me venha com a troika: em 2010 esse endividamento já andava acima dos 200% do PIB. E olhe que a poupança não chegava a 10% desse PIB, nem sequer perto. Eu sei, os seus correligionários não querem pagar a dívida….Mas ainda assim é um problema. Porque se taxar o pouco que o cidadão consegue fazer variar a sua riqueza (poupança, lá está), ele não a faz variar. E se não poupar, como acha a Licenciada Mariana Mortágua que se gera financiamento interno ao investimento? Sim, porque se não pagar a dívida externa, não conte que o exterior a ajude. Responder-me-á a Mariana: há o investimento público. Mas minha cara e ignorante licenciada Mariana Mortágua: desde quando o investimento público se rege por critérios de racionalidade e é capaz de criar a mesma rentabilidade do privado? Quer que lhe lembre, sei lá, a Parque Escolar, ou o Euro 2004? Quando muito cria rendas para a construção civil. Mas ainda que a sua preocupação a leva a uma fé cega nesse investimento, estou certo que a Mariana sabe que a maior parte do endividamento em Portugal está no Sector Público Administrativo e Sector Empresarial do Estado….acha mesmo que resolve essa “pescadinha de cauda nos lábios” que é colocar caloteiros crónicos (o Estado) a criar riqueza? Reze, Mariana, ao Deus que tiver, para que não haja economistas sérios, no júri de doutoramento que dizem que está a fazer em …..Economia. Melhores cumprimentos.”

    Carlos Santos, PhD (University of Oxford).

  18. JP-A

    Mais insultos violentos a um pobre cobardolas:

    «Na introdução que escreveu antes de responder às questões, José Sócrates afirmou que as violações do segredo de justiça são “uma agressão feita cobardemente e a coberto do anonimato“. »

    “O líder do PS/Porto desafiou esta quarta-feira os militantes que questionam as condições políticas de José Sócrates para ser secretário-geral e primeiro-ministro a assumirem-se e deixarem de se refugiar num «cobarde anonimato».”

    “«No PS nunca houve delito de opinião, nunca ninguém foi condenado por ter uma posição divergente. Mas, quando se escondem no anonimato, significa em primeiro lugar que não estão seguros da sua estratégia e, ainda, que não estão seguros daquilo que defendem», revelando uma «cobardia política», acrescentou.»”

    Os tais 3.500 x 12 x anos dão uma pipa de massa 🙂

  19. mariofig

    @André Miguel

    Não esqueça também a chico-espertice. O povo também gosta disso. E até lhe dá novos sentidos. Por exemplo, chamam-lhe “habilidade política” que é o que andam para aí a dizer do Costa. Assim temos PMs chico-espertos que apelidamos de políticos habilidosos. É assim como ganhar um Nobel da Literatura nos dias que correm. É assim também como se mata um pouco mais o país.

  20. André Miguel

    Mariofig, mas é óbvio! O povo gosta é de chico espertos, engraçadinhos e desenrascados. É cultural e começa logo na escola e na família. Os alunos aplicados e estudiosos são marginalizados, são os cromos, os parvos e totos. O engraçadinho da turma é que é popular. Em casa é a mesma coisa. Em Portugal quem for racional, ponderado e inteligente é uma ave rara, um idiota. Sócrates e o Costa Segundo são resultados naturais desta cultura. Por muito que me custe escrever isto, mas o povo português merece isto e bem pior!

  21. IS

    Basicamente mais histórias do extenso envolvimento de um homem execrável, um mitómano hipócrita e socialista com várias figuras, defensores e apoiantes coniventes, que já não surpreende.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.