De São Paulo a Max Weber

socrates

José Sócrates está a adorar ler o livro que escreveu e quer conhecer o autor.

O Insurgente sabe de fontes seguras que a apresentação da segunda obra literária do também decorador José Sócrates estará a cargo do colectivo composto por Lula da Silva, Mário Soares, Jorge Máximo e a família alargada dos Metralha.

11 pensamentos sobre “De São Paulo a Max Weber

  1. mariofig

    Carisma conta a história de como um sociopata com laivos de narcisismo e um profundo desejo de atenção, conseguiu convencer-se que toda a gente o adora.

    Ele era feio, e mal formado e ninguém dava por ele porque não tinha cheiro. Assim, tipo que passava despercebido. Isso não era bom para ele. Depois fabricou um perfume ou qualquer coisa parecida e levou toda a gente a gostar tanto dele que o estão agora a querer desmembrá-lo em tribunal.

    Espera!… isso é outro livro.

  2. Joaquim Carreira Tapadinhas

    Já era tempo de juntar todas estas personalidades, que tão importantes têm sido na história da humanidade. Espero que Sua Ex.ª, o sr. Presidente da República, tão pródigo em condecorações, aproveite a oportunidade para torná-los, numa assentada, todos comendadores. Não levo nada por esta recomendação, coisa anormal neste país, pois qualquer parecer é pago a preço de ouro.

    No dia 11 de outubro de 2016 às 15:47, O Insurgente escreveu:

    > ruicarmo posted: ” José Sócrates está a adorar ler o livro que escreveu e > quer conhecer o autor. O Insurgente sabe de fontes seguras que a > apresentação da segunda obra literária do também decorador José Sócrates > estará a cargo do colectivo composto por Lula da Silva,” >

  3. JP-A

    “Já era tempo de juntar todas estas personalidades, que tão importantes têm sido na história da humanidade”

    Só se for no TGV do Outão 🙂

  4. Falta adicionar à Lista dos Iluminados o Pósfaciador da anterior ilustre Obra de Sócrates, com imensa procura de milhares de exemplares… [ver http://is.gd/ejbrx8%5D: Eduardo Lourenço…

    • Eduardo Lourenço, actual Conselheiro de Estado (nomeado por Marcelo Rebelo de Sousa…) – reconhecido ‘Dissonante Cognitivo’ porfiado e deificado pelas Elites dominantes e Instaladas… Daquelas Elites magistralmente identificadas por Fernando Pessoa: o Escol português é “por sua vontade, parisiense e moderno. Contra sua vontade, é estúpido”.

    • Como escreveu Vasco Pulido Valente, “Eduardo Lourenço é com certeza em Portugal inteiro o intelectual mais francês”.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.