corporativismo no seu esplendor (2)

Já aqui me referi à Ordem dos Médicos (OM) como a mais poderosa ordem corporativa em Portugal que, entre outras atribuições, serve de fonte primária às estatísticas internacionais sobre saúde no nosso País. Uma corporação que ao longo dos anos tem conseguido vedar o acesso à profissão e mais recentemente até à formação de médicos especialistas, e que não descansará enquanto não reduzir o “numerus clausus” dos cursos de Medicina.

Pois bem, a este respeito, sobre o número de médicos em Portugal, o que é que nos dizem as mais recentes estatísticas da OCDE? Dizem-nos [que] “Data for (…) Portugal refer to all physicians licensed to practice (resulting in a large overestimation of the number of practising doctors in Portugal, of around 30%).” A martelada é tal que a própria OCDE já nem os considera em algumas publicações.

9 pensamentos sobre “corporativismo no seu esplendor (2)

  1. Que o bastonário era um capanga na mata todos sabíamos. Agora que a própria ordem é igual ou pior já é novidade.
    Pelos vistos são estes os tais que se habituaram ao paizinho ditador.
    Corrê-los à bastonada é pouco

  2. O problema não tem que ver com a falta de médicos.
    Como noutras áreas há desorganização, clientelismo, má formação acelerada desde 2005, sistema informático caótico, as pessoas vêm sempre em segundo pano.
    O que faltam são enfermeiros. Podem duplicar o número de médicos, não altera nada. Quando muito emigram ainda mais.

  3. Discordo que seja a mais poderosa , quando muito ficará em terceiro lugar nesse grémio , depois dos juízes e dos diplomatas , ex aequo talvez , com a seita que se senta na A.R. No mais , completamente de acordo .

  4. Mike

    Mas alguém que me explique para que serve qualquer ordem a não ser para proteger os seus “clientes”.
    Conheço relativamente bem duas: a dos médicos e dos arquitectos… venha o diabo e escolha…
    Servem apenas para defender os lobis.
    Por mim podiam acabar todas e ficar só o ministério da educação a gerir a parte curricular. Tudo o resto é “bullshit”…

  5. Pingback: corporativismo no seu esplendor (3) – O Insurgente

  6. Pingback: caos nos hospitais – O Insurgente

  7. Pingback: o diabo da saúde – O Insurgente

  8. Pingback: a martelo e à traição – O Insurgente

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.