Da justiça fiscal e decisões em causa própria

Cq4CFjCWEAADh33

Da próxima vez que ouvirmos o PCP falar nas grandes fortunas que fogem aos impostos, saberemos que falam com conhecimento de causa.

10 pensamentos sobre “Da justiça fiscal e decisões em causa própria

  1. André Miguel

    Brito, só é facto curioso para quem é ingénuo. Nos países socialistas só aos apaniguados do regime é permitido enriquecer, todos os outros são gado para sangrar em impostos.

  2. AB

    Quando éramos miúdos, eu e uns amigos, na brincadeira, concluímos que a maneira mais certa de enriquecer seria formar um partido político ou uma seita religiosa. Na nossa ingenuidade de jovens cometemos dois grandes erros:
    Não percebemos que eram uma e a mesma coisa
    Não pusémos a idéia em práctica

  3. Honra seja feita. O PCP trabalha para que paguemos o mínimo possível, e vão dando o exemplo estando já no zero em causa própria. Lá chegaremos todos um dia porque a luta continua camaradas.

  4. lucklucky

    “Facto muito curioso: os portugueses que querem enriquecer depressa e serem capitalistas, inscrevem-se no ps…. e é mesmo o que está a dar…”

    Os Americanos têm um nome para isso “Crony Capitalism”

    Com a História Económica que nós Portugueses temos é curioso que eu vá buscar um exemplo estrangeiro para termos um nome a que chamar a isso.

    O nome é Mercantilismo.
    No tempo da Monarquia o que era a Companhia das Índias e os Monopólios assegurados quer por Geografia quer por tipo de Especiaria aos “senhores” e fidalgos?

    Os Portugueses sempre na sua história desdenharam o Mercado Livre Capitalista e sempre favoreceram o Mercantilismo Capitalista.

  5. lucklucky

    Neste caso os partidos do CDS aos Comunistas passando pelo PSD, PS, Bloc de Esquerda ajem como parte da Nobreza

    Ainda se vai a descobrir que o caminho mais rápido para a Nobreza e Aristocracia é o Socialismo…

  6. Quem criou o IMI foi o PSD.
    Quem criou as isenções de IMI foi o PSD.
    Não há ninguém – mesmo ninguém – que possa acusar o PCP de “fugir aos impostos”. Alegações e insinuações como a sua não são factos.
    Cresça.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.