Canavilhas e o seu maior amigo

Como membro da Assembleia de Freguesia (da zona onde moro) há alguns anos, posso testemunhar como os cocós dos cães, que os donos malcriados deixam no espaço público, são uns dos problemas recorrentes apresentados pelos residentes na Assembleia de Freguesia. Por questões de higiene e por questões de saúde – e, também, pelo incómodo que a falta de educação alheia causa, mesmo quando se consegue evitar pisar o cocó. É, por isso, muito curioso este testemunho (apanhado no facebook da Maria João Nogueira) sobre Canavilhas e o seu animal de estimação. Cada vez mais acho que o problema do PS não é só ideológico: é de formação e de educação básicas.

Estava Canavilhas a passear o seu animal de estimação quando o mesmo defeca na relva junto à minha casa e ao meu escritório. Esperei que a boa vizinha, cidadã cumpridora e conhecida deputada da Nação apanhasse o dejecto expelido. Em vão. Dali saiu sem qualquer rebuço. Porque a minha mulher é mais corajosa que eu, que fiquei a ruminar por dentro, dispara em direcção a Gabriela e pergunta-lhe: “não vai apanhar?” Resposta pronta: “relva não é passeio”. E, malcriadamente, vira as costas e vai embora. Brilhante, as crianças não brincam na relva, os dejectos aí podem ficar, abandonados. Estupefactos vimo-la afastar-se na sua pose senhorial.’

16 pensamentos sobre “Canavilhas e o seu maior amigo

  1. Experimente apanhar o cócó do cão e meter-lho na puxadeira da porta do carro ou dentro da caixa do correio. Vai ver que resulta!
    🙂

  2. Socialismo não concerne senão à manutenção de uma elite através do trabalho dos outros. Porque é que os que mais de arranham pelas escolas públicas têm os seus filhos nos colégios privados?

  3. A Canavilhas é um produto, igual a tantos outros, que se pavoneiam com o poder que o povo lhes deu, mas que não respeitam esse mesmo povo, o pisam e o abastardam. Essa gente que não merece viver na cave, implantou-se nos andares de cima e cospe para os de baixo.

  4. Fernand Personne

    Olha como a gaja tinha a resposta pronta na ponta da língua!
    Ela teve foi sorte com as pessoas que encontrou porque se fosse comigo levava com o emoji verbal da mais antiga profissão do mundo.
    Grande de_puta_da…

  5. Antonio manuel paredes silvs

    Sobre os dejectos de animais nos jardins e via piblica, a Câmara de Lisboa, tem um regulamento que pune quem não os apanhar. Ainda no tempo fo Joao Soares, foram metidos na Camara de Lisboa varios funcionarios para fiscalizar os donos dos anais que não apanhem os dejectos deixados pelo animal. Ass sendo e uma vez wue s Canavilhas é conhecida dar conhecimento à Câmara para lhe levantar o respectivo auto por forma a ser-lhe aplicada a respectiva coima. A participação pode ser feita por email e indicar testemunhas.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.