Obscurantismo educacional

Alexandre Homem Cristo no Observador

O ministro da Educação foi muitas vezes criticado por ceder à influência dos partidos mais à esquerda e à sua agenda, intimamente ligada à agenda sindical dos professores – o que não é uma acusação, mas um facto. Foi assim na Prova de Avaliação de Conhecimentos e Capacidades (PACC) dos professores. Foi assim na ruptura com os contratos de associação. E foi assim num conjunto de outras decisões. Mas nenhuma dessas decisões revelou tamanho desprezo em relação aos interesses do sistema educativo quanto a de alterar os anos de aplicação das provas de aferição e romper com 15 anos de compilação de dados estatísticos. É, aliás, chocante como uma decisão destas passa assim, sem qualquer ruído na esfera política e no debate público. Sim, é certo que não será por essa razão que milhares se juntarão nas ruas, em protesto. Mas é lamentável que passe incólume uma opção tão nefasta para a educação em Portugal.

 

8 pensamentos sobre “Obscurantismo educacional

  1. Luís Lavoura

    Não vejo o que é que a alteração dos “anos de aplicação das provas de aferição” possa ter a ver com a “agenda sindical dos professores”.

  2. Luís Lavoura

    “não é uma acusação, mas um facto”

    Sim, claro, sem dúvida. Factos não se discutem. Isto nem sequer é uma acusação.

  3. tina

    “anos de aplicação das provas de aferição” possa ter a ver com a “agenda sindical dos professores”.

    É simples, os exames no fim de ciclo permitem avaliar o desempenho dos professores, a meio do ciclo, nunca.

  4. Luís Lavoura

    Tina

    os exames no fim de ciclo permitem avaliar o desempenho dos professores, a meio do ciclo, nunca

    Não vejo por quê.

    (1) Um exame (ou prova de avaliação) só serve para avaliar os professores de um determinado ano letivo. De facto, um aluno pode ser repetente e, por isso, ter tido diferentes professores de uma mesma disciplina e diferentes anos.

    (2) Sendo assim, um exame permite (no melhor dos casos!) avaliar os professores do ano letivo em que o aluno faz o exame, e tanto faz que esse ano letivo seja o do final do ciclo como que não seja.

  5. lucklucky

    Porque é que diz que o Ministro cede à extrema esquerda? Não se poderá dar o caso de ser o Ministro a própria extrema esquerda?

  6. O PS prefere cidadãos bem socializados, todos iguais, nem que seja à força.
    Sobretudo permissíveis ao discurso político infantilizante, infantilizado, das esquerdas.
    Forçosamente recriar, também aqui, uma Alemanha de Leste, um Estado hiper-intrusivo ao gosto, semi-escondido, da D. Merckel, ex-cidadã da extinta RDA, ela mesmo um fruto cultural do “socialismo-democrático”, que bem cultiva.

    Quanto tempo durará este sonho socialista num povo “que não se governa nem se deixa governar”, ou mesmo numa Europa com uma orgulhosa França …. e uma Rainha na Inglaterra.

  7. Fernand Personne

    “Sendo assim, um exame permite (no melhor dos casos!) avaliar os professores do ano letivo em que o aluno faz o exame, e tanto faz que esse ano letivo seja o do final do ciclo como que não seja.”

    Então, devia haver exames todos os anos lectivos para todos os alunos para assim se avaliar o desempenho de todos os professores.
    Ou, então, em vez de exames aos alunos, fazer exames directamente aos próprios professores! Mas, espera lá, foi isso que foi extinto, não foi?

  8. Maurício Brito

    O AHC tem razão:

    – Nenhum dos milhares de manifestantes dos colégios com contrato de associação se juntaram nas ruas para protestar essa medida.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.