Humorista brasileiro encena “a arte da mentira em Portugal”

No site brasileiro Spotniks, Rodrigo da Silva revela o que não foi contado em entrevista à SIC pelo humorista brasileiro Gregório Duvivier, curiosamente alçado à comentarista político no Brasil e, agora, em Portugal:

Gregorio é também um mentiroso compulsivo. E não digo isso na posição de alguém que se enxerga no exato oposto do espectro político, mas como quem respeita o debate honesto de ideias. Como um formador de opinião – o que justifica esse texto -, Gregorio espalha ignorância como quem pensa proteger a bandeira do amor porque acreditar viver num mundo preto-e-branco – e nele, há duas opções inescapáveis para qualquer animal político que se preze: o caminho do bem, onde homens de barba e mulheres de vestido (não necessariamente nessa mesma ordem), sob a égide da descolada cultura tropical, apoiam políticas de esquerda para a construção de um mundo melhor; e o caminho do mal, amparado por grandes empresários de mídia, religiosos inescrupulosos, playboys superficiais, banqueiros sovinas e toda horda de zumbis fascistas dedicados a escravizar a humanidade com políticas de direita e a construção de uma onipresente ditadura dos bons costumes. Não há outro caminho possível. (…)

E é dessa forma que Gregorio carrega o tom de seu último viral: distorcendo o atual cenário político brasileiro para sustentar sua posição ideológica numa entrevista para a televisão portuguesa, como se não houvesse distinção entre o nonsense de suas esquetes de humor e a realidade. (…)

Por fim, ao ser questionado pela bancada de ser um apoiador do governo Dilma, Gregorio negou. Fingiu-se de oposição com a mesma fisionomia de quem passou os últimos instantes mentindo inescrupulosamente a respeito de todas as coisas que disse.

Gregorio Duvivier reinventou a arte da mentira em Portugal.

 

2 pensamentos sobre “Humorista brasileiro encena “a arte da mentira em Portugal”

  1. O Temer é PhD em direito constitucional e foi eleito deputado 4 vezes, então não é um desconhecido ou analfabeto. Foi secretário de segurança do maior estado brasileiro SP e vice presidente por 5 anos. Se a pessoa não gosta dele tudo bem, mentir e distorcer, não. Aliás o livro mais vendido de direito constitucional, adotado em todas as faculdades é dele. Então como pode ser desconhecido ou analfabeto?

  2. Renato Souza

    O dito “humorista”, tenho certeza, deve estar ganhando muita grana dos petralhas. Ninguém mente tanto, e tão descaradamente, por nada.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.