Mário Centeno: diz que é uma espécie de ministro das Finanças…

É lamentável que, Mário Centeno – um economista com um trajecto profissional e académico respeitável no contexto português – se esteja a prestar a desempenhar este papel.

Mário Centeno Após Conselho de Ministros – 29/04/2016

Leitura complementar: Senhoras e senhores: o pior jogador de Poker do mundo; O equilibrismo impossível de Mário Centeno

Anúncios

9 thoughts on “Mário Centeno: diz que é uma espécie de ministro das Finanças…

  1. JP-A

    De emergência, sabe-se lá por causa de que calendário e de que telefonema, apresentam-se as geringonças forças auxiliares sem vergonha, em socorro do não-por-poucochinho derrotado e minoritário governo unipessoal com padrinho negociador:

    «As declarações desta semana do ministro das Finanças fizeram soar os alarmes. O Governo tem, afinal, um plano de contingência para acionar em caso de necessidade. Segundo Mário Centeno, “o plano existe, mas não é algo que se anuncie”. Não se trata, contudo, de um plano B ou de um plano secreto enviado para Bruxelas, mas palavras de Pedro Marques, ministro do Planeamento e Infraestruturas. Para Francisco Louçã, e apesar das interpelações da oposição, tal é normal. “Qualquer o governo tem medidas de contingência, tem de haver sempre. É assim que funciona um governo sério”, …»

    Agora a pérola de 2012:

    «Bloco criticou “a falta de transparência” do Governo. O líder do BE afirmou esta terça-feira que “a ocultação” ao país de “um plano B” do Orçamento do Estado representa “falta de transparência e obscuridade democrática” e uma intenção do Governo de cortar mais salários e pensões.»

    Ou como diria o outro, e se fosse …?

  2. Uma confusão. Centeno sustenta-se em Cabrita, Cabrita anda com César, o Pedro das tremedeiras ampara a casa dos tolos, as esquerdas amparam-se em todos e lá anda a marcha a levar o Costa da boa imprensa ás costas. As bombas Marcelo com sede na zona dos pasteis da capital abastece a preço de fronteira. Levam no cu as calças rotas.

  3. Carlos Santos

    Eu considero o Vitória de Setúbal uma equipa “com créditos firmados” e critiquei duramente (no Observador) os profetas da desgraça para quem o Setúbal não iria a lado nenhum. Agora estou perplexo porque o Setúbal não foi a lado nenhum. Também AAA está perplexo por ver um economista de “créditos firmados” fazer este papel triste.

    Nos dois casos a fonte de perplexidade resulta de atribuir “créditos firmados” a quem os não tem. Verifique no scimago a qualidade das revistas onde Centeno e Cabral publicam e compare com Ricardo Reis ou Pedro Carneiro (apenas para citar economistas mais novos e muito mais brilhantes).

    Foi pena haver pessoas (como AAA e JMFernandes) a dizer que Centeno e Cabral eram economistas competentes. Agora estão “perplexos”, mas ajudaram a montar o mito, e estenderam-lhes o tapete vermelho que Centeno & Cia usam para nos dar cabo da vida.

  4. André Miguel

    O único papel a que se presta neste momento é fazer figuras de parvo e queimar a credibilidade que tivesse.

  5. lucklucky

    “Teixeira dos Santos em versão actualizada, descorregida e aumentada ?.”

    Mais ou menos isso, gente sem força moral a não ser tarde de mais – quando o mal já está feito- para fazer frente aos capos.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.