Leitura dominical

A prosperidade é um estado de espírito, a crónica de Alberto Gonçalves no DN.

(…) Não é o PCP que tem lampejos de lucidez: é o Bloco de Esquerda que vive em estado de alucinação perpétua. O episódio do “cartão de cidadania”, que os comunistas dissimulados queriam impor e os comunistas assumidos vetaram, é apenas um exemplo. E nem sequer um exemplo original: por todo o Ocidente e arredores há “comissões”, “observatórios” e centros de ócio similares empenhados na erradicação da discriminação de género através do massacre da gramática. Os primitivos, que pronunciavam “chuva” e aguardavam o aguaceiro, acreditavam que a linguagem determinava a realidade. O BE, sem hesitações ou subtilezas, também acredita, e é preciso um partido que acredita na democracia norte-coreana para moderar-lhes a toleima.

Ocasionalmente, critica-se os nossos humoristas por pouparem o BE à sátira. É possível que não se trate de uma questão ideológica, mas do simples facto de o BE constituir uma anedota em si mesmo. Eu próprio iniciei este texto decidido a aliviar-me de duas ou três graçolas alusivas e desisti entretanto. Cada frase, atitude ou proposta do BE já é uma graçola perfeita e involuntariamente (?) elaborada. E a melhor de todas é a circunstância de tamanha homenagem ao delírio ver-se hoje representada sobretudo por senhoras. Se a ideia é combater o enxovalho e a subalternização das mulheres, não seria mal pensado começar-se por aí.

Um pensamento sobre “Leitura dominical

  1. tina

    O que também é espantoso é a ignorância que o BE vêm revelando. A começar com a confusão entre gramática e género e os gráficos que Mariana Mortágua publica a comparar valores absolutos de salários mínimos entre países. Não são pessoas sérias, não se interessam por aprofundar matérias, tudo neles é superficial, é por isso que são tão bons em demagogia e a apelar às emoções. Que grande diferença entre as esganiçadas do BE e as mulheres da direita, que são tão competentes, conhecedoras e combativas. Estas sim são mulheres das quais o país se pode orgulhar. Mulheres com M enquanto as do BE são mulheres com e (de esganiçadas).

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.