O deputado Galamba tropeça na sua própria narrativa

Sempre pronto a defender o governo das afrontas  anti-patrióticas, o deputado Saldanha Galamba começa a sua narrativa a garantir que «a ideia de que o ministro das Finanças diligenciou para facilitar a venda do Banif ao Santander Totta “não tem qualquer fundamento”.»

Inexplicavelmente, um pouquito mais à frente adianta que «Centeno tentou “desbloquear e viabilizar o que já se sabia que ia acontecer”».

Ou seja, entra em contradição com o que disse anteriormente, confirma os contactos com a Comissão e desmente o ministro das finanças cuja honra era suposto defender.

Well done!

7 pensamentos sobre “O deputado Galamba tropeça na sua própria narrativa

  1. JP-A

    É natural que o rapazinho se atrapalhe porque a base de apoio da solução geringonçal já interiorizou a derrocada e já pensa “no que nos fomos meter!”. Daqui para a frente será um sequência de alhadas pior que a da campanha eleitoral.

  2. Filipe Costa

    Galamba pai ou filho? O pai é um parvo , mas pelo menos é lucído, o filho é um bloquista camuflado.
    Se o meu filho fosse gay, tinha que aguentar, é a vida, o pai do Galamba deve sofrer.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.