Mais depressa se apanha um Centeno que um coxo

Centendo beiço

PSD: Mário Centeno mentiu na comissão de inquérito ao Banif

PSD apresenta um email do BCE que contradiz as declarações do ministro das Finanças na comissão de inquérito. Centeno terá pedido ao BCE para persuadir Bruxelas a aceitar proposta do Santander.

17 pensamentos sobre “Mais depressa se apanha um Centeno que um coxo

  1. JP-A

    Nunca tive dúvidas nenhumas de que do BCE viria mais tarde ou mais cedo qualquer coisa do nosso querido agente secreto constante que há dias fugiu ao assunto como o diabo foge da cruz. Só ainda não percebi quem será o chefe desta orquestra! Ou vão-me dizer que esta orquestra não tem chefe? Ou será que há um corno? Pelo menos três músicos e um canal de TV já conhecemos. As peças do puzzle começam a encaixar muito melhor.

    O país não vai ser representado por um mentiroso no exterior e logo na pasta mais importante, pois não, senhor Presidente da República?

    Quem será o “informador” da TVI? Será o Papa? Será a Madre Teresa (Deus a tenha)? Mistério…

  2. Realmente, lá por o homem dizer uma mentirinha enterra-se logo!!!! O fundamental é ele acertar nas previsões e aí, como podem constatar ele é uma máquina.

  3. antónio

    Pelo que só lhe resta a demissão. Mas isso era se ele tivesse vergonha e um assomo de dignidade o que não acredito.

  4. Filipe Costa

    Agora não há volta a dar, foi mesmo apanhado, quero saber quanto recebeu do Santander e se vai ou não trabalhar para lá daqui a 3 meses (a gerinonça já perde peças por todo o lado).

  5. maria

    Acho que as pessoas devem ser um pouco mais razoáveis nas opiniões. Só quem está dentro dos problemas sabe as linha com que se cose. Ser Ministro das Finanças não é coisa fácil quando não há capital próprio. Não crucifiquem o homem.

  6. tina

    Era tão óbvio que estava a mentir, a hesitação inicial, repetir a pergunta, e só depois é que conseguiu engendrar alguma firmeza.

  7. Ramires

    “No pasa nada”. Esganiçadas&Esganiçados não vão permitir que as “vozes do dono” televisivas levantem a lebre.
    E já se sabe : neste deleitoso recanto ibérico só tem existência real o que o caixote do lixo apresenta como tal.
    O aldrabisgas pode continuar a fazer de ministro…
    E todos os outros , está bem de ver…

  8. JP-A

    “Era tão óbvio que estava a mentir, a hesitação inicial, repetir a pergunta, e só depois é que conseguiu engendrar alguma firmeza.”

    Nem precisava de som 🙂
    Mentiu e com plena consciência do que estava a fazer!

    Esta cara aos 15s é do mesmo tipo:

    Estão lá os tiques todos.

  9. tina

    O link que o JP-A deu prova que os mais altos dirigentes da Europa escondem tanta coisa das populações, como se estas fossem pessoas tolinhas.

  10. JP-A

    Aqui, o chefe de Centeno também produz distorções artísticas:

    «Citemos pois mais uma passagem da sua entrevista: “O relatório [Comissão Europeia fez sobre os desequilíbrios estruturais do país] é, aliás, bastante surpreendente e contrastante com muitas das ideias feitas que tendem a ser repetidas mesmo quando a realidade não as confirma. Por exemplo, um dos dados interessantes que consta do relatório da Comissão Europeia é chamar a atenção [para o facto de] que a famosa liberalização do mercado de trabalho não teve esse efeito fantástico de que tantas vezes se fala”. Mais: “Por cá nunca houve um problema de legislação do trabalho que tivesse impedido a Autoeuropa de ser a fábrica mais produtiva do Grupo Volkswagen”.»

    Como nem todos os cidadãos têm todos os relatórios da Comissão Europeia à mão e ainda menos conhecem a realidade da Autoeuropa, António Costa julga que pode seguir em frente, impante e triunfante, fiel à sua cruzada de reversões e destruição das poucas reformas que se foram fazendo nos últimos anos. Mas não. Hoje é fácil aceder a todos os relatórios que quisermos, pelo que o relatório da Comissão Europeia está à distância de um clique, uma distância suficientemente curta para se perceber que o que lá vem escrito é exactamente o contrário do referido pelo PM. Aí, na página 40, escreve-se taxativamente que “Labour market reforms are expected to have a strong positive impact on the Portuguese economy” (“As reformas no mercado de trabalho deverão ter um forte impacto positivo na economia portuguesa”), especificando-se de seguida que essas reformas se iniciaram em 2011 e 2012 e já provaram ter ajudado à recuperação do emprego ocorrida a partir de meados de 2013. Ajudaram também a “reduzir a segmentação do mercado de trabalho” entre trabalhadores com vínculo e trabalhadores com contratos a prazo, uma segmentação que, seguramente numa outra encarnação, era a principal preocupação de um economista especializado em mercado de trabalho que dava pelo nome de Mário Centeno.»

  11. Essa conclusão não é justa.
    Só que estamos na presença de mais um patife.
    Palabra dada palabra onrada.
    Até já têm um onrado no grupo.
    Os patifúndios estão a crescer enquanto os latifúndios vão diminuindo

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.