Democratas

kafka2“Freedom is the freedom to say that two plus two make four. If that is granted, all else follows.”George Orwell, 1984

Não compreendo um Mundo onde a liberdade não seja o valor mais alto e o princípio de onde decorrem todos os outros valores. Ela expressa-se de muitas formas mas, acima de todas as outras expressa-se pela possibilidade de se pensar o que se quiser o dizer o que se entender livre de coação. Até pela maneira como me expresso aqui e outros sítios sei bem que forço os limites dessa minha liberdade, mas faço-o porque não estou disposto a abdicar dela um milímetro que seja. Nem entendo que isto não seja pacífico, não percebo que possa seja de que maneira for posto em causa. A um homem por ser tirado tudo, se lhe for tirado isto, não lhe resta mesmo nada. E começa sempre por pequenas coisas.

Vem isto a propósito de uma discussão a que assisti no twitter onde há quem não perceba que condenar a disruption dos comícios do Trump é defender, não o dito, mas a liberdade sagrada que ele e os seus apoiantes têm de se reunir e defender o que quiserem sem interferência alheia. Mas são assim os democratas, a liberdade é um bem precioso, mas é só a deles. O curioso, é que esta gente no twitter indígena que provavelmente rasga as vestes na defesa “dos valores de Abril” é incapaz de os defender para as opiniões das quais não gostam. Pelo contrário, diria que apoiam a proibição constitucional de Partidos fascistas, defendem a liberdade de associação, mas só das associações de que eles gostam ou que acham toleráveis. Sem o perceberem (digo eu, às tantas sabem-no perfeitamente) não são melhores, pelo contrário, que os que proíbem ou defendem que devem ser impedidos de se expressar. Cada vez mais democracia e fascismo se confundem e talvez um seja o fim inevitável da outra.

Anúncios

4 pensamentos sobre “Democratas

  1. jc

    A América começa a ficar um sitio estranho. Nos campus universitários há muito que os conservadores são segregados e proibidos de falar, com a conivência das autoridades e dos media. Os próprios media denigrem e censuram ao máximo os candidatos conservadores. Por cá é a mesma coisa. Até há pouco tempo ser de direita era ser fascista. Agora é ser neoliberal sem coração . A esquerda qdo não consegue ganhar o debate de ideias procura atacar o carácter das pessoas ( um velho truque marxista). Veja-se a arrogância da malta que agora detém o poder. Imaginam o que seria se o PSD tivesse usurpado o poder sem ganhar as eleições e com um ex.PM ( do psd) acusado de corrupção de milhões euros enquanto primeiro ministro ? ….era uma guerra civil.

  2. A liberdade é um valor importante, mas não acho que seja o supremo. Por exemplo de que adianta liberdade se não existir segurança para a população no quotidiano. De que adianta existir liberdade para criticar o Governo se isso não acarreta nada e o poder político durante décadas apodera-se da maior parte do valor resultante da extracção de recursos naturais.

  3. Alberto, bem sei que é quase um cliché, mas:

    They who can give up essential liberty to obtain a little temporary safety deserve neither liberty nor safety. Benjamin Franklin

    é exactamente assim

  4. Um bom hino a liberdade H.Ferreira. Os regulistas nem percebem, que fomentam mais que contrariam, as atitudes antidemocraticas de cretinos,que já sentem como melhor, o usar de dureza contra os “outros”.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.