República Socialista do Portugalistão

As 15 medidas do Governo para apoiar a criação de novos negócios

As 15 medidas anunciadas pelo governo para a criação de novos negócios (privados), mais parecem medidas de estímulo à criação de emprego público e gastos públicos à conta de tantos lançamentos de ideias que tem que contar com legislação,  iniciativas do Estado , apoios , pareceres, subsídios e em especial muitas presenças dos nossos governantes em eventos que mostrem o sucesso dos empresários portugueses.

Estas 15 medidas parecem mais uma cartilha de propaganda de um partido desesperado para ganhar as próximas eleições junto de uma comunidade de empresários que nunca regatearam um subsídio. Também o serão certamente.

Com este tipo de programas socialistas e socializantes para a iniciativa privada iremos ter  sempre empresas pujantes e dinâmicas em que o Cash Flow é secundário mas um grande sorriso (com gargalhadas de preferência) numa boa fotografia ao lado do Primeiro Ministro no lançamento do “simplex para start -ups” é que vai criar empregos e lucros !! Não se admirem depois com os paupérrimos rácios financeiros que venham a mostrar, pois alguém fechará a porta no fim.

Ahh, ia-me esquecendo, também é preciso mostrar entre as 15 medidas, que o “web summit” não vive por si só e que não chegam os valores que a Câmara de Lisboa “aplicou” no evento milionário , o Governo também tem que “enquadrar” os fundos públicos para um encontro de empresas internacionais

Somos mesmo a República Socialista do Portugalistão…

10 pensamentos sobre “República Socialista do Portugalistão

  1. tina

    Meu Deus, que horror! É exatamente como o Manuel disse, a única coisa que garante é emprego público e gastos. Repete-se o choque tecnológico de Sócrates, os magalhães, os carros elétricos, tanto dinheiro deitado à rua!.. Não há dúvida que o PS tudo em que está interessado é criar situações em que possa exercer a sua influência sem ajuste direto, criar compadrios, ajudar amigos, receber favores em troca. Eles não são governantes, são uns amadores, incompetentes, sempre a pensar como se podem aproveitar de uma situação em benefício próprio.

  2. Prova indirecta

    Entretanto …e porque hoje é quinta-feira :

    ” Eu posso explicar a diferença entre o “se” e o “quando” na declaração . Significa que essas medidas terão que ser implementadas e eu estarei em Lisboa na próxima quinta-feira para discutir isso com o primeiro ministro e o ministro das finanças . ”

    Pierre Moscovici

  3. JP-A

    Num país de gente imbecil acelera-se e festeja-se a criação de empresas num minuto (cada um de nós cria milhares de empresas ao longo da vida, como é sabido), mas depois passa-se numa auto-estrada sem identificador e é necessário fazer uma deslocação e ir para uma fila dos correios ou de uma loja para pagar o serviço no prazo de poucos dias. E se passarmos duas vezes, repetimos a dose, caso contrário a cobrança desaparece e depois pagamos diversas vezes mais, já sem pressa nenhuma porque a carta só chega um mês depois, ou mais. Só falta ter de ir a Lisboa pagar. E isto foi legislado há não muito tempo. É o tal país de merda e a AR que se vê.

  4. JP-A

    O manuais escolares gratuitos são outro sinal do perigo de aproximação de eleições para o PS. O que é engraçado nesta gente é que o podiam ter feito no ano 2000 com Guterres, [essa sumidade fugitiva,] mas nessa altura a manutenção do cargo do Costa Concórdia não era a peça central da estratégia do país, pelo que nos virámos mais para a sugestão de compra de ações da EDP, para as fontes luminosas e para uma justiça que não via o boi adulto e gordo da corrupção que estava um palmo à frente dos olhos. E estávamos na era da “paixão pela educação”.

  5. JP-A

    Os cânticos cósticos normalmente são para distrair:

    «A consultora britânica alertou para as consequências de um eventual corte da DBRS e para a exclusão do programa compras do BCE. E referiu que nesse cenário os juros subiriam para 8%, níveis que levaram ao resgate.»

  6. tina

    Com tantos velhotes ainda a ter de viver com 300 euros por mês, como é que os socialistas desperdiçam assim tanto dinheiro é que não se compreende. Os socialistas adotam sempre políticas dispendiosas e de risco elevado como se Portugal fosse um país de ricos.

  7. JP-A

    “Ou acham que se o Governo cair agora não ganha de seguida com maioria absoluta?”

    Pois, mas aí passava a ser um governo legítimo, considerando que há dois anos consideravam ilegítimo um governo com maioria absoluta saído das urnas porque não tinha “apoio popular” e “da rua”. Nesse caso até podiam marchar até ao precipício 🙂

  8. 20% de desempregados não é muito. Sem subsídio podem sempre ir dormir debaixo dos muitos viadutos que cavaco mandou fazer. Se ainda tiverem fome, que vão à sopa do sidónio…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.