A propósito da demissão do presidente do CCB

“Quero, posso e mando. Chamo-me Soares. João Soares” de José Manuel Fernandes (Observador)

Sem um chavo para mandar cantar um cego, sem uma ideia séria para a cultura que vá para além da analfabeta obsessão com os Mirós, João Soares voltou a mostrar que há um terreno onde dificilmente é ultrapassado: o da grosseria.

LEITURAS COMPLEMENTARES: Ministro da Cultura quer afastar presidente do CCBPresidente do CCB responde a João Soares. E diz que não se demite; Presidente do CCB deve demitir-se até segunda-feira; Elísio Summavielle novo presidente do CCB, António Lamas demitido

9 pensamentos sobre “A propósito da demissão do presidente do CCB

  1. JP-A

    Depois de ler o texto do JMF só posso esperar pelo competente processo judicial a desancar em cima deste senhor ministro venezuelano. Infelizmente, o caso do Henrique Raposo não pode ser dissociado deste porque ele é o mesmo. É o da mãozinha vermelha escondida. É o do José Seguro. É o das fantasias do homem que nem pode ver o sócrates à frente. O de quem fica à janela à espreita, a ver, à sombra e à espera do melhor momento para o sacrifício. Esta gente conseguiu condensar e aperfeiçoar o pior do animal feroz. É ver a declaração deprimida de hoje Vieira da Silva sobre o emprego, para se perceber a plasticidade e o emporcalhamento a que chegámos.

  2. tina

    É incrível como a família Soares é de um nível tão baixo, é incrível como os socialistas são tão reles.

  3. Joaquim Carreira Tapadinhas

    Sempre é bom ter um bronco a comandar a cultura. É moderno e há sempre gente que esteja de acordo com a inovação. Portugal continua no seu melhor!

  4. Jorge

    Mas não era de esperar diferente ..pois o ADN está lá, aprendeu com um MASTER CHEFF da aldrabice, considero uma espécie de BEST SELLER de como Passar uma vida XULANDO na política..obra??? ..não conheço, e tanta gente lhe tira o chapéu como se pai e agora filho deixaram ou irão deixar obra feita…. O que me faz mais confusão na política e como qualquer AMIGUINHO é colocado como MINISTRO em uma qualquer PASTA como se fossem uma espécie de camaleões que se adaptam as mais diferentes funções..
    Tipo Guterres..ALTO COMISSARIO PARA OS COITADINHOS, DESGRACADINHOS,ETC.. Esses são típicos locais onde os nossos políticos são excelentes, são do tipo (não FEDE nem cheira), não levantam ondas, Caladinhos, submissos e lá vão contentes tratando da vidinha..
    Quanto MAIOR O CARGO, menos se faz… Só assim eles conseguem ser ministros, empresários, presidentes de clubes, chefes disto , daquilo.. Todo ao mesmo tempo e ainda vão a todas as cerimonias, festas, jantares, jogos , entregas de Óscares… E tudo isso com 35 horas de trabalho duro por semana….

  5. Viva o pugresso pugressivamente pugressivo… AC

    Barrabás! Dá-nos Barrabás! (Blasfémias)
    É a grande frase (sentença) para a morte do país.

    Como são tós, suínos, têm que ser mortos para dar de comer à esquerdalhada.

  6. Pingback: Uma birra que pode acabar mal – O Insurgente

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.